Tempo de Festas - Paulo Roberto Gaefke
Não se deixe levar pelo dia que se apresenta no calendário.
Não se alegre e nem entristeça o seu coração por causa de uma data.
Simplesmente viva cada minuto como se fosse único.
Como quem respira feliz e sem aparelhos.

Não se perturbe o seu coração nem se turve a sua mente,
por causa desta ou daquela data,
pela falta de um presente.
Nem se a mesa está posta ou mal disposta.
Antes um simples pão com a benção de toda a família,
que uma ceia cheia de pratos e muita mágoa e hipocrisia.

Nesses dias em que as festas tentam reunir pessoas,
onde nem sempre a falsidade consegue sair dos corações,
é bom lembrar que é só mais um dia,
que o mais importante, o essencial,
não se enxerga com os olhos da materialidade fútil.
Apenas os que já conseguem ver com os olhos de ver,
descobrem que o tempo, sábio tempo,
conta cada segundo como tempo vivido,
e ai daquele que perde seus preciosos minutos
com o brilho falso do luxo, das festas, das bebidas,
e de tudo que é passageiro.

De tudo, o que fica é a sua experiência de vida,
os bons momentos, a alegria, o repartir e o compartilhar.
O resto, é enterrado nas areias do tempo,
coisa que nem um arqueólogo quer encontrar.

Viva este dia como se fosse o último,
mas sempre com sabedoria e amor,
porque sem amor, a vida é apenas o contar dos dias.
Feliz 2012!
Eu acredito em você
Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br
[email_link]