Deixa!

Deixa!

Deixa! Deixa a incerteza uma quadra antes de casa, o desânimo embaixo da cama, longe de ti, o amargo da decepção no passado, a preguiça na academia, o desemprego na página do currículo, a notícia ruim na tevê desligada. Vai, deixa! Deixa o amor te seduzir, a esperança...