Oração e Simpatia para São Jorge

Qual é o seu problema mais difícil?

Conheça a poderosa oração da vela de São Jorge!
Uma oração e uma ação para situações de emergência que tem muitos depoimentos de graças recebidas e eu vou te passar uma receita exclusiva que amplia essa força dessa oração.
Lembrando sempre que a maior força em qualquer caso é a sua fé!

Oração da vela de São Jorge

Uma oração e uma ação para situações de emergência que tem muitos depoimentos de graças recebidas e eu vou te passar uma receita exclusiva que amplia essa força dessa oração. Lembrando sempre que a maior força em qualquer caso é a sua fé!.

Faça assim:

Acenda uma vela branca em um prato ou um pírex e ao acender, faça um Pai Nosso e logo a seguir, medite por instantes no seu pedido, na sua necessidade mais urgente.

São Jorge Venha nos Iluminar

Glorioso São Jorge, pelos vossos merecimentos, pelas vossas virtudes, pela grandiosa Fé em nosso Senhor Jesus Cristo, por Deus, fostes constituído, em protetor de todos que a Ti recorrem, necessitando de vossa proteção, vinde em meu auxilio e levai à presença de Deus o apelo que agora vos faço. (Faça de novo o seu pedido de maneira mais direta possível)

São Jorge, ofereço esta vela e vos peço, Protegei-me, Guardai-me e Guiai-me por todos os Meus caminhos, com felicidade, Paz e Salvamento, para que eu consiga rapidamente através de vossa proteção a graça que estou suplicando.

Amém.

Apague a vela e depois de 7 horas, refaça a Oração e faça isso por 7 dias

Ramsés II (1304-1235 a.C.)
É um dos primeiros estudiosos do assunto de que se tem notícia. Teria sido o responsável pela determinação dos signos cardinais (Áries, Libra, Câncer e Capricórnio).
O surgimento da constelação de Áries coincidia com a separação das ovelhas dos carneiros nesse período. Câncer surgia quando a luz solar era mais forte, simbolizando o renascimento do Sol. Sob a influência de Libra, a colheita era pesada e vendida. Capricórnio nascia quando as águas do Nilo começavam a subir e as cabras se transformavam em cabras marítimas, ou cabra-peixe, símbolo do signo.


Hiparco (190-120 a.C.)
Era astrônomo e a ele é atribuída a descoberta do fenômeno de precessão dos equinócios.
Ptolomeu (120-180 d.C.)
Era astrólogo, nascido em Alexandria, sendo autor de um sistema geocêntrico que foi utilizado por mais de 1200 anos.


Manilius (100 d.C.)
Era um poeta romano. Escreveu o poema astrológico Astronomicon, em cinco livros.