Libertação de dívidas, de dores, de amores mal resolvidos, de humilhação!

 

Os anjos vão agir na sua vida nesta noite!
Para quem precisa se libertar seja de vícios, de miséria, de dívidas, de Amores mal resolvidos ou não correspondidos, de moléstias da alma ou do corpo.
Uma oração forte que traz alívio imediato, e durantes os dias que se seguirão, trarão o conforto que precisamos.


Oração da Libertação da Noite

Depois de tomar um banho, lave a mão 3 x em uma bacia com água e sal (de preferência sal grosso).

Enxugue as mãos.
Olhe para o alto e repita a seguinte oração:

Senhor, sei que sou muito pequeno(a).
Um grão de areia no deserto incontável.
Sei também que o Senhor sabe da minha aflição,
das minhas dificuldades e sonhos.
Por isso recorro a Ti como única salvação.
Neste momento, nada peço a não ser a Libertação.
Liberta-me dos vícios, das perseguições, das inimizades.
Liberta-me dos sonhos impossíveis, dos desejos absurdos da carne.
Alivia a minha alma com suas bençãos,
envia teus anjos Senhor, pois encontro-me assim,
sem forças para prosseguir.
Indica-me a Tua direção, dai-me Luz.

Guia-me,
proteja-me,
liberta-me,
e reveste-me com tua luz,
que assim seja, amado Mestre Jesus.

Faça esta oração pelo menos 7 x ao dia. (só a noite lave as mãos com a água salgada)

Dicas especiais

Simpatia é uma forma de magia ou feitiçaria básica, extremamente ligada ao povo, normalmente de origem campesina e geração empírica. As simpatias são formadas da mesma substância da superstição e está intimamente ligada a esta.
Causa-conseqüência

O termo deriva de “simpático”, no sentido de “semelhante”, e baseia-se na idéia primitiva de causa/conseqüência não necessariamente interligadas de forma racional. Ou seja, se um fato A antecedeu um fato B então A torna-se a causa de B, mesmo que não haja qualquer conexão entre A e B. Por exemplo, se uma pessoa entrava em um bosque com o sol a pino e sofria um acidente e isso ocorresse mais de uma vez, surgia a superstição de que era perigoso entrar naquele bosque com o sol a pino. Mas se algumas pessoas entravam no bosque com o sol a pino e por acaso estavam utilizando uma peça de roupa vermelha, surgia a simpatia de colocar um pano ou outra peça vermelha nas pessoas que teriam de entrar no bosque naquela hora, isso com o propósito de proteção.