Defina-se



Tá certo que as estrelas estão bem longe de você,
mas, elas brilham para você todos os dias.
Assim, também, existe aquele emprego que você sonha,
a empresa que você quer criar, o curso que você quer fazer,
os amigos que você quer ter e o grande amor que você quer viver, e nesse momento você não consegue enxergar, tocar ou obter, porque a sua visão pode estar turva, o pensamento está se acostumando ao lado negativo das coisas.

O primeiro passo para qualquer conquista, é dar o primeiro passo em direção ao objetivo. Parece redundante e simplista demais? Mas, quantas pessoas você conhece que falam que tal carro é um sonho, que tal emprego é para os outros, tal concurso público é só para os gênios, que aquele romance ideal só existe em sonhos, e outras frases “maravilhosas” que derrubam qualquer objetivo, aniquilam com qualquer sonho.

Tudo isso, porque a pessoa já passou uma frustração, sofreu uma dor onde não esperava, carrega dentro de si uma mágoa, um escudo que ela pensa protege-lá, mas na verdade, isola-a em uma bolha de sofrimento, e acaba cegando-a, deixando as estrelas cada vez mais longe.

As estrelas estão no lugar certo, nosso pensamento é que anda vagando por lugares errados. Colocamos nossos sonhos em lugares tão distantes quanto as mais distantes galáxias. Tem um monte de gente “doidinha” para entregar os seus sonhos, a sua vida, a sua felicidade nas mãos de outras pessoas. Por isso que existem os amigos e amores “chupins”, ou “sanguessugas”, não é por maldade, é por absoluta falta de amor próprio, desilusão ou desânimo interior que os levam a querer a posse das pessoas.

Xô pensamento ruim!
Xô posse!
Xô coisa ruim!
Xô desilusão!



Qual é o seu objetivo? Onde você quer chegar?
Se você não tem isso definido, logicamente sua vida vai ser um labirinto, um nó sem fim. para tudo e começa do zero, ou recomece de onde você parou. esqueça a dor, afaste ás mágoas, defina um novo objetivo e segue em frente, afinal de contas, a vida continua e quem fica parado é poste.

Bem haja!

Eu acredito em você.



Paulo Roberto Gaefke
[email_link]