Ervas que curam

Date

Ervas que curam e aliviam os males.

Desde os tempos mais remotos, as plantas sempre estiveram presentes na vida do homem. A utilização dos vegetais com fins terapêuticos.
È anterior ao desenvolvimento da ciência. Cada povo possui sua própria listagem de ervas medicinais, geralmente plantas comuns no território em que habitam, cujas aplicações transmitidas através de gerações.
Nas tribos indígenas, por exemplo, o pajé, uma das maiores autoridades depois do cacique, nada mais é que um profundo conhecedor dos segredos do mundo vegetal, um curandeiro naturalista.

                                                                                                      Fonte: PLANTAS QUE CURAM – HUGO CARAVACA

Passiflora – Porque é indicado e para o que serve? Este medicamento é indicado para tratamento de insônia e desordens da ansiedade.

Aroeira do sertão – as cascas e folhas secas da aroeira são utilizadas para quem tem febres, problemas do trato urinário, contra cistites, uretrites, diarreias, blenorragia, tosse e bronquite, gripes e inflamações em geral.

Valeriana – é indicado como um calmante natural contra a depressão e o estresse, e é indicada para outros inúmeros sintomas, entre eles: reações histéricas. hiperatividade.

Boldo do chile – é indicado para dores de barriga e ajuda a amenizar dores de cabeça e qualquer mal-estar relacionado ao fígado. Da mesma forma, pode ser utilizado no tratamento de litíase biliar, gota, obstipação, cistite, flatulência e suores frios.

Carqueja – Porque tem efeito diurético, pois melhora o funcionamento do fígado. Isso ajuda a desinchar rapidamente, deixando a barriga mais lisinha.

Alecrim – Sempre ajuda como aliado do emagrecimento, tem ação expectorante, melhora inflamações e gripe, e tem forte ação antioxidante, prevenindo derrames e doenças cerebrais degenerativas.

Guaco – é indicado para tratar a gripe, tosse, rouquidão, infecção na garganta, bronquite, alergias e infecções na pele. Além disso, esta planta é usada popularmente para tratar o reumatismo.

Espinheira santa – é eficaz no combate às dores de estômago, gastrite, úlcera, azia e queimação.

Erva baleeira – é indicada para contusões, dores musculares ou na coluna, artrite, reumatismo, gota e inflamações em geral. Além de ser um excelente antisséptico, a planta é analgésica e cicatrizante, podendo ser aplicada em feridas e machucados, pois alivia a dor, limpa o local e promove a cicatrização de forma rápida

Barbatimão – é muito usada para ajudar a tratar feridas, hemorragias, queimaduras, dores de garganta ou inchaços e hematomas na pele, por exemplo.

Capim cidreira – é indicado para o tratamento de insônia e problemas de ansiedade, para o combate à febre e em casos de cólicas estomacais e intestinais.

Hortelã – é indicado para reduzir o estresse e tratar os distúrbios do sono, que podem ser causados por complicações como depressão e ansiedade.

Alfazema – tem propriedades sempre aromáticas e medicinais, e é indicado para dores estomacais, anticâncer,
antirreumática e anti-inflamatória.

Erva doce – é indicado para gastrite, inchaço abdominal, má digestão, gases e dor de cabeça devido as propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e antisséptica.

Camomila – oferece propriedades sedativas, digestivas e antiespasmódicas.

Alfavaca – contudo além de ser uma erva bem aromática é indicada para temperar massas e molhos e também se destaca por ser fonte de vários nutrientes importantes, como substâncias antioxidantes, vitaminas A, C e do complexo B, que fortalece o sistema imunológico, nervoso e cardiovascular.

Acácia – é indicada para o tratamento de feridas na pele, doenças respiratórias e dermatológicas

Mais
artigos