Dizem que estas simpatias atraem dinheiro inesperado.

Essas duas simpatias são muito conhecidas por atrair dinheiro inesperado para a vida das pessoas que as fazem com muita sinceridade e necessidade.
Se você precisa de um pequeno milagre” financeiro, precisa de dinheiro urgente, pode experimentar ou uma ou as duas simpatias do Dinheiro.


Essas duas simpatias são muito conhecidas por atrair dinheiro inesperado para a vida das pessoas que as fazem com muita sinceridade e necessidade.
Se você precisa de um pequeno milagre” financeiro, precisa de dinheiro urgente, pode experimentar ou uma ou as duas simpatias do Dinheiro.

ATRAIR DINHEIRO
Coloque 13 pedras pequenas de qualquer tipo em sua bolsa, vá até a porta de um banco, olhe para dentro dele e volte para a sua casa. No caminho, tire 1 pedra da bolsa e jogue no chão, falando: “Venha até mim no rastro que lhe deixo, 13 vezes eu lhe chamo e 13 vezes baterá em minha porta, implorando para na minha casa morar”. Repita isso com todas as pedras até se aproximar da sua residência. Quando chegar em casa, abra a porta e diga: “Seja bem-vindo”. Use a sua bolsa normalmente.
————————————————————————————————————————————-
MULTIPLICAR SEU DINHEIRO
Pegue 7 moedas de qualquer valor e algumas folhas de guiné. Coloque em 1 vasilha de barro com água, cubra e deixe por 1 semana. No oitavo dia, retire e enxugue as moedas com 1 toalha branca que nunca tenha sido usada. Jogue as moedas em um local florido, 1 de cada vez,dizendo: “Em troca destas moedinhas, quero muitas notas de maior valor”. Jogue o guiné e a água em um verde.

A fome é muito simples de descrever: é aquela que quando passa o horário das refeições sem nos alimentarmos, ela logo chega e avisa quando chega, com os famosos “roncos na barriga”. Quando comemos, ela vai embora e os “roncados na barriga” também. Pronto! Era fome mesmo.

E a ansiedade?
A diferença é muito tênue


Geralmente ela aparece também nas horas das refeições, mas isso não é regra. Os sintomas são os mesmos da fome, inclusive com os “roncos na barriga”. Mas a diferença é que você come, come, come e a “fome” continua. Isso não é fome. É ansiedade. E não adianta comer mais, porque ela não vai embora.