Como fazer amaciante caseiroNesses tempos onde toda economia é bem vinda, que tal aprender uma recita de Amaciante caseiro do bom e mais natural?

Que tal aprender a fazer um super limpador de banheiros e deixar o seu banheirinho super limpo com mais facilidade?

E que tal um truque para tirar manchas de sangue e de frutas das roupas?


Veja:

Amaciante Caseiro

5 litros de água fria
1 litro de água quente ( sem ferver )
2 colheres ( sopa ) de glicerina liquida
1 garrafinha de leite de rosas ( ou água de rosas )
½ sabonete azul ralado grosso

Esquente bem 1 litro de água ( sem ferver ), desligue o fogo e coloque ½ sabonete ralado.
Tampe e deixe algumas horas para amolecer.
Depois coloque no fogo baixo mexendo sempre sem deixar ferver durante 1 a 2 minutos para derreter totalmente.
Despeje num balde e acrescente a glicerina, o leite de rosas e os 5 litros de água fria
Misture e engarrafe

Observação : na hora que se faz fica líquido, mas no dia seguinte fica cremoso. Se quiser, acrescente colônia de bebê, fica mais perfumado.

Tirando Manchas de Sangue

coloque leite sobre a mancha e deixe algum tempo este leite agir, você vai notar que a mancha vai desaparecendo aos poucos, aí então, é só esfregar e lavar normalmente.
ps. a mancha pode estar seca ou não.

Removendo manchas de frutas das roupas

se você deixou cair alguma fruta em sua roupa e manchou, não fique triste .

coloque leite morno em cima da mancha, com a roupa seca. deixe um pouco de molho, depois esfregue com as mãos até a mancha sair.

depois lave de forma habitual.

você vai ver que removerá a mancha sem nenhum problema.

Solução Forte para Limpeza dos Azulejos e Pisos

Faça uma mistura de:

½ xícara (chá) de vinagre branco,

1/4 de xícara (chá) de bicarbonato de sódio

½ de amônia em um litro de água.

Misturar bem e passar nos azulejos e pisos sujos ou encardidos.

Deixe agir por uns 10 minutos, depois lavar normalmente com água e sabão.

 

Dicas espirtuais

As associações entre Tarô e Mitologia se fazem de modo relativamente simples e direto. Os mitos gregos, em particular, constituem uma das fontes relevantes para atribuir sentido às
figurações dos arcanos maiores.
Como os estudiosos do Tarô e das linguagens simbólicas reconhecem, o padrão de racionalidade do pensamento moderno é insuficiente para abordar certos níveis da realidade na qual nos encontramos.

E, no cenário da cultura ocidental – que rompeu com a ortodoxia cristã, em razão das crises sucessivas de suas instituições religiosas – a necessidade de uma linguagem simbólica foi preenchida em grande parte, após o Renascimento, pela mitologia greco-romana.