Nove minutos de exercícios ajudam a sair do sedentarismo

Cem milhões de pessoas no Brasil não fazem qualquer tipo de atividade física. E adivinhe: todos acusam a falta de tempo como desculpa principal.

Diz o dicionário que sedentarismo é um substantivo masculino.
e destaca que é a qualidade de quem ou do que é sedentário, ou de quem tem vida e/ou hábitos sedentários.
5 passos fáceis para sair do sedentarismoPesquisas mostram o espantoso crescimento da população de obesos no Brasil. Pior, as doenças decorrentes do Sedentarismo estão atacando o povo sem piedade. Temos muitos controles remotos e facilidades, por isso, estamos deixando de nos movimentarmos.
Esqueça a preguiça e aprenda com 5 dicas simples a sair do Sedentarismo e preservar ou aumentar a sua saúde.



Pesquisas populacionais realizadas pelo IBGE a partir da década de 70 mostraram que o excesso de peso triplicou entre os homens e duplicou na população feminina. Isso ocorre devido à falta de atividade física, aliada a uma dieta rica em calorias, gorduras, sódio, colesterol e açúcar. Além de causarem obesidade, o sedentarismo e a dieta inadequada são também fatores de risco para a maioria das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) como obesidade, diabetes, câncer, hipertensão e outras patologias cardiovasculares.

Por isso é importante estimular a população a aumentar o nível de atividade física. Além de diminuir o risco para o desenvolvimento das doenças mencionadas, traz, em curto prazo, benefícios para a saúde como o fortalecimento dos ossos, da musculatura e do gasto calórico, auxiliando na perda de peso.

Veja algumas dicas da nutricionista Roberta Stella para as pessoas sedentárias começarem a se movimentar mais.

Dicas contra sedentarismo
1- Escolha uma atividade que dê prazer e que possa ser praticada em um ambiente que te deixe mais à vontade.

2 – Comece gradativamente. Nada de correr se não está preparado para isso. Iniciar com atividades de alta intensidade poderá causar lesões e desmotivar;

3 – Utilize roupas adequadas. Não vista agasalhos quando a temperatura estiver a pino. Isso levará à desidratação e não ao emagrecimento;

4 – Procure amigos para acompanhar na prática dos exercícios. Assim, criará uma fonte de motivação a mais para treinar;

5 – Não faça atividade física em jejum e hidrate-se bem antes, durante e após os treinos. Para um bom rendimento, é preciso estar alimentado e bem hidratado.

9 minutos de exercício diário é um remédio para a sua saúde!

Falta de tempo é um dos motivos para o sedentarismo. Contudo, uma pesquisa mostrou que apenas com nove minutos de ginástica, três vezes por semana, pode te ajudar a sair do sedentarismo. Vale complementar a ginástica com um exercício aeróbico, como caminhada, que aumenta a resistência cardiovascular.

A atividade física pode ter efeito de remédio. Um estudo nos Estados Unidos concluiu que correndo uma hora, a pessoa pode ganhar até sete horas de vida. Outra pesquisa da Inglaterra revelou que ir pedalando para o trabalho pode até prevenir o câncer.

Talismãs são objetos que carregam pantáculos ou caracteres e que foram consagrados de acordo com uma crença. Possuem supostamente poderes ocultos de proteção, harmonia, energia etc.
Os talismãs podem ser amuletos, feitos com objetos naturais (pedaço de osso, espinha de peixe, uma pena etc.); talismãs propriamente dito, que, mesmo composto com um objeto natural, tem em sua composição algum elemento artificial; e pantáculo, que é a forma mais elaborada do taismã e caracteriza-se por seu aspecto ativo. Ou seja, diferentemente do amuleto e do talismã, mais utilizados para uma suposta proteção, o pantáculo é supostamente um emissor fluídico que irradia forças mágicas e age conforme as forças do Cosmos.


O talismã também pode supostamente representar um papel maléfico, já que segundo algumas religiões e crendices populares os supostos meios mágicos tanto podem ajudar como prejudicar.
Há também os teraphim e os filactérios. Estes são constituídos por pequenos pedaços de pergaminho onde são transcritas passagens das Escrituras, geralmente depositados em duas caixinhas e presos ao corpo na cabeça e no braço esquerdo.[1] Os primeiros são uma espécie de pantáculos de supostas adivinhações e proteção mágica.
A palavra talismã, tem conotações de magia, mas muito antes de atingir essas conotações tinha outro significado: “completar”. Do grego télesma, que significa completude.


Ou seja, um talismã é qualquer coisa ou ideia que completa a outra por inteira.
No dicionário Aurélio aparece apenas o significado da palavra atual, de um objeto com poderes de magia. Porém mostra que tem origem dessa mesma palavra grega.(Fonte Wikipédia)