Signos que menos combinamSuco que te deixa leve e calminho(a)…

Esse eu conhecia, mas fiquei impressionado ao ver o caso da Sandra de Curitiba que largou 35 Kg, com 1.65m ele chegou aos 98 Kg!! e com esse suco e muita força de vontade, reduziu para 63 Kg.
Ganhou saúde, autoestima elevada e um corpitcho que ela sempre desejou.

Quer a receita do suco calmante?

A receita do suco
veja o que a Sandra fez:
Tomo o suco na hora do desespero

Passei a segurar a tentação de comer os lanches que fazia com um suco que aprendi no grupo. Ele leva couve-manteiga e pepino, duas verduras aliadas da perda de peso porque melhoram o humor e ajudam o corpo a liberar toxinas. Além delas, o suco leva limão, uma fruta que melhora a digestão dos alimentos e acaba com a fome. Preparava o suco todos os dias, por volta das 15 h, quando os problemas na lanchonete – e a vontade de comer – começavam a aparecer. Quando batia a fome, eu tomava o suco. Ele também me deu disposição para começar a caminhar uma hora por dia nas ruas ao redor do bairro.

Graças a essa combinação, perdi 2 kg por semana nos primeiros três meses. Depois, passou para 1,5 kg, mas nunca engordei durante a dieta. Isso me deu forças para seguir adiante até alcançar minha meta, de 65 kg, que atingi em 11 meses.

Ingredientes
· 1 litro de água gelada
· Caldo de 1 limão-taiti
· 3 folhas de couve-manteiga
· ½ pepino caipira
· 2 gotas de adoçante

Modo de fazer
Lave e pique as folhas de couve e o pepino. Jogue-os no liquidificador e bata com água até ficar uma solução homogênea. Adoce em seguida. Dá para guardar na geladeira por um dia.


A fome é muito simples de descrever: é aquela que quando passa o horário das refeições sem nos alimentarmos, ela logo chega e avisa quando chega, com os famosos “roncos na barriga”. Quando comemos, ela vai embora e os “roncados na barriga” também. Pronto! Era fome mesmo.

E a ansiedade?
A diferença é muito tênue


Geralmente ela aparece também nas horas das refeições, mas isso não é regra. Os sintomas são os mesmos da fome, inclusive com os “roncos na barriga”. Mas a diferença é que você come, come, come e a “fome” continua. Isso não é fome. É ansiedade. E não adianta comer mais, porque ela não vai embora.