Mesmo diante do amor, podemos experimentar dúvidas.
Contaminar nosso coração com visões distorcidas.
O ciúme infundado, a nossa insegurança,
medos tolos, coisa de criança,
que atrapalha o relacionamento e acaba machucando.

Guarde-se das impressões negativas da sua mente.
Acredite no seu potencial e quando amar,
ame por inteiro, sem mdeo de ser feliz.
Integralmente.



O amor não suporta desconfianças tolas.
Também se reprime com falta de atenção.
Se derrete com o carinho e o respeito.
Se fortalece na cumplicidade dos olhares.
Se reafirma a cada dia com a atenção e o zêlo.
Cuide do seu amor.

Já que é para viver um amor.
Que seja intenso e fraterno.
Intenso pelos carinhos que tanto se espera.
Fraterno pela ligação que se cria.
Eterno, na possibilidade de ser único, para sempre.
Ainda que o relacionamento termine,
resta na alma, a doce lembrança dos bons momentos.
Eterno pela ternura que não passa.
Sentimento que te abraça.
Vida sem amor, é vida sem graça.
Paulo Roberto Gaefke
[email_link]