flor_do_amor1

Das lembranças que me afogam,
vejo um rosto indefinido,
sinto no ar um perfume sem marca,
cheio da paixão que me sufoca,
e as lágrimas vem em abundante riacho,
esvaziando o coração, marcando o peito,
que de tanta dor se cansa,
e eu me pergunto, em meio ao pranto.
onde andará o meu amor?

Paulo Roberto Gaefke

[email_link]