Viva você!


Pois é, depois de tanto correr e de se matar de estudar e trabalhar,
vem a descoberta do simples:
É no tempo livre que plantamos os melhores sonhos.

E onde está o “tempo livre”?
Perdido em algum chat, ou nas páginas do Face que se desdobram.
Talvez, o tempo livre esteja no cansaço, mas não o percebemos.

Essa rotina insana de comer, correr, fazer, ter e as vezes “não ser”,
tem deixado os homens escravos de si mesmos.
Já não há a chibata, existe o celular.
Já não há algemas nos pés, há a Internet em qualquer lugar.
Já não temos feitores, somos os próprios.

Lançamos a sorte das nossas vidas no buraco do tempo,
e nos percebemos frágeis, solitários, nús.

Enquanto há tempo, coloque os filhos para brincarem no parque.
leve o cachorro para passear,
saia para um passeio pelas ruas da sua vila.
Descubra a alegria da simples caminhada.
Do encontro com aquele vizinho que você só “vê” online.

É tempo de descobrir os cheiros da vida.

Ainda que seja dia e a noite finda.
Ainda que você queira demais o beijo daquela menina,
ou menino, sei lá, cada um tem um gosto.
E gosto, só se sente no experimento da vida.
Não é sentado diante de um teclado.
Parece até pecado!
Deixar a vida escorrer pelo ralo.
Desperdício do bem mais precioso que não podemos juntar:
o tempo.

Liberdade ainda que tardia!
Viva o mundo que ainda tem Raimundo.
Que continua sendo apenas uma rima,
não uma solução.
A solução está em você, no seu desejo de viver.
Viva intensamente este dia.
Viva você!
Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br
[email_link]


image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +