Tratamento com a Pílula da fé

Fórmula simples e poderosa para mudar situações difíceis!

Conheça as pílulas da Fé de Frei Galvão

Baseada nas pílulas milagrosas de Frei Galvão, um Tratamento para os problemas mais urgentes da sua vida.
Para doenças, depressão, tristeza, desânimo, medo, pânico, problemas emocionais e financeiros também.
Experimente.
Use a sua fé.
Incrível na simplicidade e nos resultados:

Como fazer o Tratamento da Pílula da Fé

Você vai pegar uma tirinha de papel bem fininha, pode ser do sulfite ou de folha de caderno e vai escrever apenas uma palavra que defina o que você quer apagar da lista de problemas da sua vida. por exemplo, se você quer sumir com uma doença, escreva apenas: doença. Se o problema é esquecer alguém que te magoou, escreva o nome da pessoa. se for um problema de relacionamento, escreva : solidão (se quiser encontrar alguém), se for problemas financeiros, escreva dívidas por exemplo, ou falta de grana para acabar com esse problema.
Escreva com lápis ou lapiseira e enrole o papel até virar uma bolinha pequena.
Faça uma pequena prece assim:

Senhor, como as pílulas milagrosas de Frei Galvão, eu criei aqui uma pilula contra o mal que oprime a minha vida e assim que eu tomar essa pílula, esse mal que me aflige será dissolvido pelo poder da fé que consagro agora.
Amém

Coloque a bolinha de papel na boca e deixe dissolver ou tome com água e pronto.

Esse Tratamento é baseado nas Pílulas Milagrosas de Frei Galvão.

Quer pedir as pílulas para a Igreja de Frei Galvão?

Faça assim:

Envie uma carta, contendo um envelope selado (Carta Comercial – 1º Porte), já com seus dados no destinatário para:

SANTUÁRIO ARQ. DE SANTO ANTONIO DE SANT’ANNA GALVÃO

Avenida José Pereira da Cruz, nº 53 – Jardim do Vale I
Guaratinguetá/SP CEP 12.519-411

Assim que a carta chegar, utilizaremos o envelope selado para lhe enviar as novenas com as pílulas. Desta forma, não haverá gastos ao Santuário, uma vez que as pílulas são distribuídas gratuitamente.

Obs: Cada envelope contem 3 novenas com as respectivas pílulas.

 


Conheça o Santuário de Frei Galvão, clique:
http://www.santuariofreigalvao.com/

Conheça a história das Pílulas de Frei Galvão

Certo dia, Frei Galvão foi procurado por um senhor muito aflito, porque sua mulher estava em trabalho de parto e em perigo de perder a vida.
Frei Galvão escreveu em três papeizinhos o versículo do Ofício da Santíssima Virgem:
Pos partum Virgo, Inviolata permansisti: Dei Genitrix intercede pro nobis (Depois do parto, ó Virgem, permaneceste intacta: Mãe de Deus, intercedei por nós).

Deu-os ao homem, que por sua vez levou-os à esposa. A mulher ingeriu os papelinhos, que Frei Galvão enrolara como uma pílula, e a criança nasceu normalmente.

Caso idêntico deu-se com um jovem que se estorcia com dores provocadas por cálculos visicais.
Frei Galvão fez outras pílulas semelhantes e deu-as ao moço. Após ingerir os papelinhos, o jovem expeliu os cálculos e ficou curado.
Esta foi a origem dos milagrosos papelinhos, que, desde então, foram muito procurados pelos devotos de Frei Galvão, e até hoje o Mosteiro fornece para pessoas que têm fé na intercessão de Servo de Deus.

E tem mais…

Está alguém entre vós aflito? Ore… Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele… E a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará… orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos…” – Tiago 5.13 – 16 (partes).

Em Hebreus 5.7 encontramos: “O qual, nos dias da sua carne, oferecendo, com grande clamor e lágrimas, orações e súplicas…”. Vida, milagres, morte e ressurreição foram conquistadas pela renúncia da natureza humana e o pleno envolvimento na natureza Divina, pelo simples, mas eficaz método da oração.

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +