Simpatia do milho para obter dinheiro urgente

Como funciona uma Simpatia


Uma das regras de ouro para que uma Simpatia funcione, é que você acredite nela. Então, se a receita da simpatia não for tão maluca que faça você rir, achar impossível ou desacreditar logo de cara, ela deve ser feita com muita seriedade.
Junta-se a necessidade, a fé, o desejo de receber o que se deseja e por fim, o seu merecimento, fazem uma Simpatia funcionar.

Simpatia para ganhar dinheiro rápido e urgente

Conheça então essa Simpatia para obter dinheiro rápido e urgente.

Ingredientes para a Simpatia do dinheiro urgente

Consiga 7 grãos de milho (milho ração que vendem em casas de petshop, avícolas e outras)
Pode ser também de milho fresco…
1 vela branca de qualquer tamanho
1 pires ou prato pequeno

Como fazer a Simpatia:

Pegue os 7 grãos e coloque em um pires, no centro do pires coloque uma vela branca (de qualquer tamanho)
Reze 1 Pai-nosso e uma Ave-Maria chamando o seu anjo da guarda para que a inspiração venha iluminar os seus caminhos e trazer o que você precisa o mais rápido possível.

Feche os olhos e imagine-se recebendo o que deseja, contando o dinheiro que precisa por favor, pagando suas contas, encontrando seu emprego e tudo mais que desejar.
Apague a vela e pegue um grão de milho e leve até um lugar gramnado, parque ou jardim e jogue o milho e vá embora sem olhar para trás.
Faça isso todos os dias até acabar o último grão de milho.
Nesse dia deixe a vela queimar até o fim.
Sucesso na certa.


Exclusiva do site Meu Anjo criada por Paulo Roberto Gaefke – Maio 2016

PS você pode lavar o pires depois e usar normalmente.
Pode repetir a simpatia 1 mês depois.

Deixe seu comentário. Facebook.
image_pdfimage_print

Comments are closed.

About Gaefke

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +