Refeição dos ricos

Ao olhar estas receitas você pode imaginar que na sua simplicidade é uma refeição para pobres, pois os alimentos aqui podem até ser recolhidos ao final de feiras livres, ou comprados a preços muito baixos em qualquer sacolão, mas a riqueza nutricional dessa alimentação não tem igual!
Estimule a sua família a alimentar-se assim, com mais vegetais, menos carne, menos alimentos industrializados.
Aproveite este segredo de alimentar-se saudavelmente:
-Só coma aquilo que a sua bisavó reconheceria como alimento.
Imagine você chegando na casa da sua “bisa” anos atrás e mostrando uma caixa de hambúrgueres ou “restitos de frango”???
Vamos as receitas dos “ricos”?


Primeira receita: legumes na manteiga
Ingredientes:
1 chuchu picado
1 xícara de chá de abóbora picada
2 batatas grandes picadas
8 azeitonas verdes picadas
azeitonas pretas picadas se desejar (eu adoro)
50 g de manteiga ou creme vegetal
folhas de sálvia (ou sálvia seca)
sal a gosto
azeite para polvilhar no final á gosto



Preparo
Cozinhe todos os legumes “al-dente”, ou seja, não deixe-os amolecer porque não vamos fazer purê he he he…
Aqueça a manteiga e refogue rapidamente a sálvia, junte todos os legumes, azeitonas picadas e misture bem. Desligue o fogo, deite um fio de azeite extra-virgem e sirva com alegria na alma.
Coma com prazer.

 

farofa de cenouras
Ingredientes

  • 2 cenouras raladas
  • 1 cebola picada
  • sal
  • óleo
  • farinha de rosca
  • salsa e cebolinha

Preparo:
Refogue numa panela, com um pouco de óleo a cebola.
Acrescente a cenoura e continue refogando por alguns minutos para cozinhar, sem perder a crocância. tempere com sal e acrescente a farinha de rosca aos poucos mexendo até formar uma farofa solta e úmida. Acrescente tempero verde (salsa e cebolinha picada) e sirva.


image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +

One thought on “Refeição dos ricos

Comments are closed.