Couve-Flor gratinada

Receita de Couve-Flor gratinada
Hum...vamos provar?

Couve flor gratinada
Campanha Dia sem Carne!

1 couve flor do tamanho que você desejar e encontrar
1 copo de requeijão (200 ml)
1 receita de Molho Branco
cebolas a gosto
queijo parmesão ralado para polvilhar

Lave muito bem a couve flor e com uma tesoura ou faquinha, corte os “galhinhos” e cozinhe em água com sal até ficarem macias (não deixe ficar muito mole) é coisa rápida.
Escorra e reserve.

Receita do Molho Branco
Numa panela você vai derreter 2 colheres de sopa bem cheias de manteiga com 1 colher de sopa de óleo (de soja, de milho, de canola, etc).
Coloque cebola bem picadinha e deixe dourar…
Adicine então, 2 colheres de sopa de farinha de trigo e em fogo baixo vai mexendo sem parar, até que fique com um aspecto parecido com uma massinha.
Adicione então, 1 xícara de leite frio – aos pouquinhos para que a farinha vá se dissolvendo.
Tempere com sal e noz moscada (ou cominho em pó) à gosto.
Rapidinho vira creme, por isso fique de olho e não espere muito para desligar.
Se engrossar muito, coloque mais leite…sem problemas
Ligue o forno para pré-aquecer.

Bom, temos o molho, a couve-flor, o requeijão e uma fome danada, então, vamos juntar tudo.
Em um refratário, ou forma de bolo, o que você tiver, passe uma generosa camada de margarina para untar com farinha de rosca (ou farinha de trigo se não tiver).
Coloque os buquês da couve-flor e sobre eles despeje o seu maravilhoso molho branco, e sobre eles, o requeijão (que você pode aquecer em uma panelinha antes para ficar mais liquido…
Esparreme o queijo ralado generosamente sobre tudo, coloque no forno e enquanto gratina, faça uma oração para Santa Emengarda ir ajudando você na dieta da segunda-feira rsss.
Bom apetite

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +

4 thoughts on “Couve-Flor gratinada

Comments are closed.