Quando o amor vencer

Quando o amor vencer e se fizer mais forte,
não precisaremos mais de fronteiras,
nem desconfiar do próximo,
por mais distante que ele esteja.
Quando o amor vencer não precisaremos de religiões,
a maior religião é o próprio amor,
que nos ensina a conviver com as diferenças,
que nos ensina a tolerar além do limite humano,
e com tolerância não teremos o que perdoar,
E finalmente, o ódio, que é a forma contrária do amor desaparecerá.

Quando o amor vencer e se fizer forte,
levará consigo a solidão e todas as portas se abrirão,
os presídios não terão sentido,
nem mocinhos e nem bandidos, seremos apenas,
uma grande família em busca de evolução,
e o amor facilita esse caminho,
derruba muralhas, transpõem fronteiras,
o amor acaba com a miséria,
pois abre as portas do coração,
e o coração é sempre solidário…



Para não ficarmos apenas no sonho,
comece hoje a parte que lhe cabe,
ame sem distinção, quebre seus preconceitos,
abrace mais, valorize o tempo, reclame menos,
carrega à alegria como munição de vida,
espalhe-a sem doses e sem medidas,
seu sorriso é a porta de entrada,
uma esperança para o novo tempo,
tempo em que seremos melhores,
por ver nossos irmãos felizes,
por ver simplesmente, o amor vencer!

Eu acredito em você.
Paulo Roberto Gaefke

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +