Poderosa simpatia do Arroz da fartura

Momento certo dessa Simpatia de fartura no lar!

Esta é uma Simpatia muito antiga que fala de “fartura em casa” e quando a casa da gente tem abundância, tudo parece que vai bem melhor. Até avida sentimental fica mais gostosa quando nada falta, quando até sobra..
Então, aproveite para conhecer e deixar a sua casa ainda mais “farta” com a Simpatia do Arroz da Fartura.
É simples, sem frescuras e sem gastos, por isso eu gosto muito.
É direto ao ponto.
Experimente. Peça agora:
(ATENÇÃO: tem muita gente errando o e-mail escrevendo hotamail, hotmai, gemail, ou seja na pressa a pessoa acaba indo no embalo e erra o e-mail e assim, não recebe o que pediu. Preencha com atenção, que funciona direitinho.)

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)


Romaria de Renato Teixeira


É de sonho e de pó
o Destino de um só
Feito eu perdido em pensamentos sobre o meu cavalo
É de laço e de nó
De gibeira o jiló
Dessa vida, comprida, a só.

Sou caipira pira pora Nossa Senhora De Aparecida
Ilumina a mina escura e funda o trem da minha vida.2x

O meu pai foi peão,
Minha mãe solidão,
meus irmãos perderam-se na vida a custa de aventuras.
Descasei e joguei, investi desisti
Se há sorte, eu não sei, nunca vi.


Sou caipira pira pora Nossa Senhora De Aparecida
Ilumina a mina escura e funda, o trem da minha vida.2x

Me disseram porém
que eu viesse aqui
pra pedir de romaria e prece paz dos desaventos
como eu não sei rezar
só queria mostrar
meu olhar, meu olhar, meu olhar.

Sou caipira pira pora Nossa Senhora De Aparecida
ilumina a mina escura e funda o trem da minha vida.3x

Link: http://www.vagalume.com.br/renato-teixeira/romaria.html#ixzz2PGZCXdqa

Deixe seu comentário. Facebook.
image_pdfimage_print

Comments are closed.

About Gaefke

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +