Para ser e ter

Para ser e ter
A alma é inquieta…

Para um relacionamento dar certo,
é preciso mais que o fogo “caliente” da paixão.
É preciso a brasa, as vezes morna, da admiração.
Para que o vento da rotina não apague a chama da ilusão.

Para uma vida plena e feliz, é preciso muito mais que dinheiro,
mais do que cargos e posições sociais, conhecimento ou títulos.
Tudo isso é muito bom, mas não preenche a alma que é inquieta.
A alma anseia por amor, por amizade, por espiritualidade,
ainda que dentro dos conceitos mais frios da materialidade.
A alma pulsa, tem vida, respira…

Para uma amizade que atravessa os tempos,
é preciso muito mais que afinidades,
é preciso um sentimento de familiaridade,
que ultrapassa o amor de irmãos,
supera a intimidade dos casais,
sem ser invasivo, sem ser intrometido.

Amizade eterna é coisa de “se contar nos dedos”,
se revela com paciência, e mesmo na maior distância,
permanece igual, como se fosse na infância.

Então, diante da eternidade que desejas,
faça no amor, admirar e ser admirado,
seja na amizade, cúmplice e cumplicidade,
e pelos caminhos da vida, seja o mundo que você quer tanto ver.
Preencha a alma, como o melhor que há em você.

Paulo Roberto Gaefke

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +

One thought on “Para ser e ter

Comments are closed.