Para dizer que te amo

Ah! o amor não é apenas uma explosão de feromônios,
é uma dança completa de células nervosas,
ansiosas por se encontrarem,
causando esse descompasso,
esse desejo intenso de estar com você.


Mãos que suam demais, coração acelerado,
são as marcas inequívocas da paixão,
do fogo que se acende espontaneamente,
que une, corpo e mente,
transformando-me em pura emoção.

Mas, se quiser que eu defina o que sinto,
eu me enrolo, tento e não consigo,
porque o meu amor não tem tamanho,
não cabe em medidas, não se avalia,
apenas se vive, se demonstra,
e explode no beijo  mais demorado,
nos olhos que se procuram,
na angústia da sua ausência,

na eternidade dos momentos que passamos juntos…

Então, a definição do amor que trago em mim,
é que todo o tempo é pequeno, quando estamos juntos,
e todos os minutos são séculos, quando estamos distantes.”

Por isso, nessa minha “ansiedade de você”,
eu uso as batidas do meu coração,
como relógio que marca o dia, mês e ano,
simplesmente porque te quero além de mim,
porque te amo.

para você enviar para alguém especial na sua vida
[email_link]

Autor: Paulo Roberto Gaefke

Eu acredito em você
E.T: Os feromônios ou feromonas são substâncias químicas que, captadas por animais de uma mesma espécie (intra-específica), permitem o reconhecimento mútuo e sexual dos indivíduos.  Reconhecido por muitos como o hormônio do amor.

Paulo Roberto Gaefke
[email_link]


image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +

Comments are closed.