O poder da sedução de cada signo

Segredos revelados!
O poder de sedução de cada signo de acordo com o seu elemento de vibração: terra, fogo, ar ou água.
Um estudo muito legal que vai pelo menos divertir muito.
E se de quebra, você descobrir como aumentar o poder de sedução para cima do seu amor, vale o dobro rsss.


Saiba como seduzir o seu amor, veja o que agrada a cada signo. Conheça aquela coisinha especial que fará sua cara metade ficar cada vez mais caídinha por si…
Primeiro descubra se o seu signo ou da pessoa que você vai consultar é fogo, terra, ar ou água na lista abaixo. Depois é só se divertir..

Elemento: Fogo
Áries de 21/03 a 20/04
Leão de 22/07 a 22/08
Sagitário de 22/11 a 21/12

Elemento: Terra
Touro de 21/04 a 20/05
Virgem de 23/08 a 22/09
Capricórnio de 22/12 a 20/01

Elemento: Água
Câncerde 21/06 a 21/07
Escorpião de 23/10 a 21/11
Peixes de 20/02 a 20/03

Elemento: Ar
Gêmeos de 21/05 a 20/06
Libra de 23/09 a 22/10
Aquário de 21/01 a 19/02

Como seduzir sua cara metade (Elemento Fogo)

Não importa se homens ou mulheres, nativos deste Elemento são sempre amantes da aventura, com um impulso muito forte em direção ao mundo chamado “imaterial” ou espiritual. Detestam ser comandados, se entediam junto a pessoas, coisas, situações e idéias onde não é possível expressar seu entusiasmo e fé na vida. Têm uma força vital incrível quando estão bem, mas parecem tomados do mais negro desespero quando os fatos da vida aparecem para atirá-los no mundo das contas a pagar,cartórios e dos horários a cumprir.

Normalmente, se apaixonam com facilidade. De todos eles, o Leão, por ser um signo fixo, é o que mais terá condições de enfrentar o lado costumeiro e cotidiano da vida a dois. Sagitário é instável por natureza, acha sempre que as uvas do vizinho são mais gostosas. E Áries precisa ter muitos aspectos de Saturno em sua carta natal para contornar a tendência a ir embora ao primeiro revés. Nenhum dos três prima pela paciência, mas podem ser leais e corajosos diante dos perigos, sendo capazes de enfrentar um batalhão armado por quem amam. A lealdade para estes signos é mais espiritual do que física.

E quem assume relacionamentos com um desses três signos de Fogo tem de estar preparado(a) para conviver com eventuais crises de paixonite, que às vezes assaltam esses seres que fogem do cotidiano como da fogueira em que incendeiam seus corações. Quando estão em uma relação, querem a paixão e a doação totais, querem um companheiro de aventuras, alguém com coragem, iniciativa, ousadia e autonomia suficientes para seguí-los.

Quando se desentendem com seus amados, as vezes criam outras paixões substitutas. Depois, podem até voltar, cabisbaixos e arrependidos, por perceberem que o romance inesquecível (Leão), a grande aventura libertadora (Sagitário) ou a paixão infinita (Áries) era apenas um caso como todos os outros, ou, nem mesmo isso. E aí, eles precisam de apoio, afago e compreensão – e simplesmente não entendem o estrago que fizeram com o coração alheio. É aí que os signos do elemento Ar se saem muito bem, já que, por meio da conversa, podem se entendem. E a imagem é eloqüente: o Ar realmente aviva o Fogo.

Por outro lado, os signos do elemento Água são capazes de bloquear a própria expressão, podem se ressentir tremendamente, jamais voltar a confiar, partindo com o coração amargurado para nunca mais voltarem. Não resistem bem às saídas dos signos de Fogo e não querem nada disso para si. Até os signos de Terra podem contornar melhor do que os de Água as crises dos irmãos de Fogo. Exímios conhecedores da realidade, com a qual sabem lidar melhor do que qualquer outro signo, podem dar o apoio necessário – mas não entendem muito, ou não têm muito interesse em saber o porquê de tudo isso.

Imaginar uma relação entre dois signos de Fogo é algo fácil, desde que outros planetas da carta natal ajudem a manter o interesse aceso, o companheirismo vivo e a energia sexual sempre em um pique alto. Diante da vida, os dois se comportam com a mesma extroversão, temeridade e gosto exploratório, o que facilita em muito a convivência.


Como seduzir sua cara metade (Elemento Terra)

Ah, a Terra! A realidade concreta jamais cansa esses signos, que querem botar a mão na massa e sair por aí criando belezas reais que povoem nosso mundo. Auto-suficientes, práticos, pragmáticos, realistas, constantes (menos Virgem) e leais, sabem naturalmente que a vida maravilhosa exige trabalho para acontecer e não têm medo dele. São eles que organizam a vida cotidiana muito bem, que focalizam sua capacidade de trabalho em algo sem um glamour aparente, sem o estardalhaço e o barulho dos seus irmãos de Fogo. Sabem como fazer da vida diária uma experiência ordenada, saudável e proveitosa.
Eles aparecem para consolidar os ideais dos outros signos, para dar forma e deixar para a posteridade algo mais consistente do que idéias e palavras, sentimentos e visões de futuro. Não sabem ousar muito. Por isso, precisam ser animados, estimulados por alguém que destrave os medos da rejeição de seu coração desconfiado. Quando resolvem ficar com alguém, é a sério. Não se sentem muito atraídos por casos rápidos que deixem seqüelas afetivas. São absolutamente sensuais – sendo que Virgem é pouco mais cerebral e controla muito mais a espontaneidade.

Touro ama com os cinco sentidos, prova seu sentimento com dotes culinários, agrada quem gosta dando prazer físico. Virgem ama com pudor, uma certa vergonha até, preocupando-se com a utilidade prática dos relacionamentos. De todos os signos de Terra, é o único instável emocionalmente, o que pode ser ameaçador para quem deseja estabilidade a todo custo. Os signos de Terra, ao contrário dos outros, sabem o peso e o significado das palavras e das ações. Quando amam, são os primeiros a dar a vida, o trabalho pessoal e seu esforço supremo em nome de quem merece sua lealdade. Obviamente, não se contentam com pouco, e precisam das provas concretas de amor como presença física, agrados, carinhos e presentes, para terem certeza de que estão sendo amados de verdade e podem assim confiar na outra pessoa.

Quando se comprometem, é para longos períodos, cheios de intimidade, presença e conforto. Sabem ser presentes na hora em que todos se vão e estão sempre ali, para o que der e vier, embora resmunguem, reclamem e empesteiem às vezes o ar com seu mau humor. Quando partem, geralmente é para sempre, assim como quando dizem “sim” ou “não” para alguém. São capazes de passar um bom tempo da vida entristecidos pelos vínculos rompidos, e demoram a entregar novamente seu amor a alguém, quando magoados ou vítimas de deslealdade.

É difícil se enganarem de pessoa, mas pode acontecer, dependendo de certos trânsitos planetários mais duros, ou de configurações astrológicas complicadas. Nesse caso, teimam em querer mudar as pessoas que dizem amar: em pouco tempo tomam o papel de um escultor que tenta esculpir a imagem ideal. Quando vem a decepção, demoram a aceitar que embarcaram em uma viagem ilusória que eles mesmos criaram. Nesta ocasião é que os signos do elemento Água levam a melhor, porque sentem, sabem intuitivamente e compreendem o abandono e a melancolia de seus irmãos de Terra e podem oferecer o apoio silencioso que eles precisam para se refazer.

Já os signos de Fogo partem assustados diante da falta de perspectivas e pensamentos auto-depreciativos dos signos de Terra, quando estão em fases de baixa afetiva. Os signos de Terra sabem entender seus irmãos de mesmo elemento, e podem alegrá-los com comidinhas gostosas, conversas amenas, presentinhos carinhosos e a presença firme e constante. Os signos do elemento Ar vibram em uma freqüência diferente dos signos de Terra, pouco podem fazer por eles a não ser estimular conversas que os ajudem a entender de forma distanciada o bem e o mal deste mundo.

Como seduzir sua cara metade (Elemento Água)



Sabemos que o planeta Terra, assim como nossos corpos, tem muito mais água do que qualquer outra coisa. Em outras palavras, isso tem a ver com a célebre história da origem da vida, o signo de Câncer representando o ventre materno e Peixes o oceano onde tudo deságua. É a imagem perfeita que descreve o ciclo vital e também nossos irmãos de Água, que banham nossas mágoas e as curam com sua sensibilidade, gentileza e compaixão, sem nada criticar ou julgar, a não ser Escorpião, que tem a tendência inata de ver sempre o lado errado das coisas, com seu olhar de raio-x que percebe segredos e transforma tudo com a força de suas emoções. Dizem que o céu fala pela boca dos que nasceram sob Peixes, e quem amou alguém assim sabe que é verdade.
Amantes românticos, apaixonados até o limite de sua própria vida, os signos de Água querem sentimento, intensidade e intimidade. Podem querer perder-se no outro, como Peixes; podem achar que tem o poder de transformar quem amam, como Escorpião; e podem querer proteger até demais quem gostam, como Câncer. Para esses signos de abnegação, lealdade e força emocional, nada pior do que a indiferença, mesmo muda. Podem não falar muito, mas sabem se mover na vida deslizando em meio às tempestades emocionais sem medo de se perderem, pois bóiam com facilidade onde os outros signos submergem.

Facinados pelo amor à aventura dos signos de Fogo, atraídos pela racionalidade límpida do Ar, temem ser abandonados, desprezados ou tratados com formalidade demasiada. Preferem seu mundo interior, cheio de poesia, onde habitam príncipes e princesas encantadas, gente que nem existe de verdade, mas que alimenta seus anseios. São criativos, intuem o que não foi dito nem expresso ainda, por isso adoram passar o tempo “sentindo” as pessoas. Na verdade, são confiáveis e sabem do que falam, quando falam. Podem ser fechados, por cautela ou por extrema sensibilidade, mas sabem se mover bem nas dificuldades.

Quando decidem entregar seu amor, pode ser tudo feito com boa dose de chantagem emocional – diriam nossos irmãos de Ar – ou com extrema cortesia e delicadeza – assim percebem os signos de Terra. De toda maneira, são um pouco instáveis como as marés, prezam demais sua intimidade, detestam aparecer ou fazer demonstrações de afeto em público e se queixam quando pequenos detalhes afetivos são tratados sem muito cuidado – coisa que os signos de Fogo e Ar insistem em fazer, magoando o coração sensível dos signos de Água. Capazes de grande sensualidade e sexualidade – como Escorpião – também nutrem paixões secretas e platônicas – como Peixes.

De todos eles, Escorpião é o mais determinado no amor, Peixes o mais misterioso e charmoso e Câncer o mais maternal. Nos relacionamentos, preferem quem não brilhe muito, mas seja constante, dando apoio e colo quando o mundo parece cruel demais. Nessa ocasião saem na frente os signos de Terra, que sabem como marcar presença e se fazerem essenciais, enquanto os signos de Ar se sentem oprimidos por tanta irracionalidade junta e os de Fogo sentem apagar a chama da aventura diante dos inúmeros temores e pressentimentos dos signos de Água. Quando Água encontra Água, pode ser o paraíso ou o inferno, dependendo de outros sinais astrológicos, pois ambos se calam, quando magoados, deixando a mágoa crescer até a explosão final. Ou então se posicionam por meio da inércia, deixando tudo como está para ver como fica.

Como seduzir sua cara metade (Elemento Ar)



Envoltos no ar, caminhamos sobre a Terra. Voamos nos aviões e nossas idéias também voam. Essa imagem do vôo é mais do que adequada para definir nossos irmãos do Ar, que adoram viver no plano das idéias, principalmente as de cunho social. Adoram também a companhia dos outros seres humanos, ao contrário dos signos de Terra, que podem viver em solidão melhor do que todos os outros. Os signos de Ar consideram que a razão é a melhor qualidade humana, e a imparcialidade e objetividade que ela aufere é o maior objetivo a ser alcançado, por almas lúcidas, independentes, autônomas e equilibradas.
Com muito custo aceitam as tempestades emocionais, a dependência e a cobrança alheia. O que mais almejam em um relacionamento é a comunicação franca e aberta, por isso conseguem dialogar com pessoas muito diferentes de si mesmas. Ensinam aos outros como se desapegar, embora elas próprias não reconheçam os apegos que mantém, porque têm dificuldade em perceber ou aceitar os vínculos emocionais que criam com os outros. Como nos casos anteriores, há um signo de Ar que é mais teimoso na perseguição de seus ideais de vida a dois (Aquário), outro que tem jogo de cintura para adaptar-se às circunstâncias (Gêmeos) alheias e contemporizar; e outro que está mais interessado em iniciar contatos sociais do que mantê-los (Libra).

Claro que tudo irá depender de outros fatores astrológicos na carta natal, que podem acentuar ou diminuir esta tendência. De modo geral, porém, o Ar precisa de ar, ou seja: contato humano, espaço pessoal para ir e vir, autonomia para trabalhar como e quando quiserem e tempo suficiente para se reciclarem quantas vezes acharem necessário. De todos eles, Libra é o mais romântico, Aquário o mais liberal e Gêmeos o mais aberto a mudanças. Mas todos são suficientemente esclarecidos e querem sempre saber mais, aprender – de forma superficial ou não – e trocar idéias. Quando se comprometem com alguém, é porque encontraram um canal de comunicação interessante.

São capazes de manter e cultivar relacionamentos de parcerias quando tudo está as claras, odeiam a deslealdade, principalmente a ética ou a intelectual, afastando-se sem piedade e desocupando a mente do assunto que os fez sofrer. Não são presas fáceis da sexualidade e da sensualidade, como os signos de Terra, mas sabem ser elegantes e requintados na arte de amar e conviver. O lado animal do ser humano – com toda a sua carga grotesca que às vezes irrompe – intimida e tira a espontaneidade desses signos que estão aí para ensinar a civilidade, os bons modos e a coexistência pacífica. Se decidem abandonar uma relação, apenas Gêmeos pode voltar atrás, porque é o mais instável de todos os três signos de Ar. Libra terá feito o que foi possível a seu alcance para manter a relação. E Aquário terá usado de toda a sua compreensão e discernimento, embora fraqueje às vezes, pois não é muito seguro de sua importância como pessoa, sendo difícil para esse signo de anti-heróis aceitar de bom grado os elogios – aos quais costuma ser refratário, aliás.

Quando partem, de coração ferido ou não, em pouco tempo estarão de olho em outra pessoa, capaz de entendê-los e aceitá-los. Prezam bons ouvintes, ótimos amigos e companhias para os diversos programas culturais em que costumam afogar suas mágoas. Neste momento, os signos de Fogo entram com vários pontos à frente, pois animam e inflamam os ideais dos irmãos de Ar, nada exigindo em troca, a não ser a generosidade do momento presente. Já os signos de Terra podem se sentir fascinados por estes tipos livres e engraçados, mas temem a falta de chão que sentem ao seu lado, sabendo de antemão que não foram escolhidos por sua maestria, mas pela ocasião.

Mesmo assim, podem aprender a relaxar mais e se desapegar das coisas. Os signos de Água podem passar ao largo dos irmãos de Ar, a não ser que sintam serem importantes e recebam calor humano em troca. Salvo outras configurações astrológicas, é um acordo difícil. Dois signos de Ar quando se encontram poderão ser felizes se ambos tiverem em suas cartas valores equilibrados em outros elementos, senão tudo se dissipa em pouco tempo, e não há clima para um romance – pelo menos não um semelhante às novelas da TV.

FONTE : IOL

Este email foi enviado via formulário de contato em Meu anjo http://www.meuanjo.com.br

Hiparco (190-120 a.C.)
Era astrônomo e a ele é atribuída a descoberta do fenômeno de precessão dos equinócios.
Ptolomeu (120-180 d.C.)
Era astrólogo, nascido em Alexandria, sendo autor de um sistema geocêntrico que foi utilizado por mais de 1200 anos.

Manilius (100 d.C.)
Era um poeta romano. Escreveu o poema astrológico Astronomicon, em cinco livros.


image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +

3 thoughts on “O poder da sedução de cada signo

Comments are closed.