Nada fica parado!

Num indo e vindo infinito...
Num indo e vindo infinito...

Observe a natureza!
Diante do mar, veja as ondas num indo e vindo sem fim,
isto é aprendizado, uma forma do mar se reciclar,
despejar o que tem que ser despejado e recolher o que espera.

Observe as árvores, parecem paradas,
mas estão trabalhando incessantemente, reciclando o ar,
na fotossíntese, uma troca fundamental para os seres vivos.

Até as pedras gigantescas estão sendo aparadas pelos ventos,
cortadas pelas minúsculas gotas da chuva.
Nada está parado!

Porque temos tanta dificuldade em mudar nossos hábitos?
Parece que o fator principal é a “insegurança”,
o medo de sair da nossa “zona de conforto”.
Lembranças que povoam nossa mente,
como chorar e receber o peito para mamar,
nos fazem “pedintes”, emotivos e muitas vezes “fracos”.

Sentimentos que não queremos largar,
muletas que nos levam, ainda que meio tortos,
para algum lugar, mesmo que não seja o desejado,
são guardadas com “7 chaves” em nossa mente.

Aprenda com o passado, mas desgrude-se dele.
Projete o futuro, mas construa-o ainda hoje.

Não há como pular etapas, nem voltar atrás,
é só hoje, este dia que pode até estar chuvoso,
mas é o que te cabe nesta parte do latifúndio.
Não tenha medo de mudar, de quebrar cara,
mas, principalmente, não tenha medo de “experimentar-se”,
e se errar, se falhar, se não der para prosseguir, pare.

Respire, pense, analise e recomece.
Não há porque ter medo e nem vergonha de recomeçar.
Neste instante, o mar já está voltando a praia,
e vai levar o que estiver na areia,
num eterno recomeçar, sem medo de acertar.

Que você seja assim, como o mar que vai e vem,
num infinito aprendizado, ser melhor a cada dia.
Você, você e mais você, o que pode transformar vidas,
começando pela sua.

Eu acredito em você

Paulo Roberto Gaefke
[email_link]

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu…
Paulo Roberto Gaefke no Google +

Comments are closed.