Mensagem do dia – Estranho dia que não termina

Mensagem do Dia – Estranho dia que não termina
por Paulo Roberto Gaefke em – 20-03-2016
 

 
Há dias estranhos em nossa vida,
como o dia que não termina…
Onde a dor se mistura com a agonia,
e tudo fica imenso, gigante,
tudo é profundo e cortante.
 
Estranho dia que não termina…
Onde o vazio se afirma.
E o que antes era certeza, se desatina.
 
Ontem, “meu amor”, 
hoje “tudo acabou”.
 
Ontem era outro dia, 
perdido num passado que parece tão distante,
apesar de ter apenas á distância de um dia.
 
Estranho dia que não termina,
onde eu me perco em acusações e reprovações.
Saber onde eu errei, onde deixei de acertar.
E nesse processo de me incriminar,
percebo que na verdade, 
faz tempo que eu deixei de me amar.
 
Estranho dia que não termina e me faz pensar.
Eu preciso olhar mais para dentro de mim.
Encontrar respostas que a alma cobra e não tem fim.
Que na ânsia de amar e ser amado,
deixo assim, sem cuidado…
 
Estranho dia que não termina e me avisa;
é preciso ter dois pés no chão, sobreviver á emoção.
Porque amar é entregar apenas o que temos controle,
porque o que está descontrolado se perde em algum ponto,
e por isso, vou amar em alguém, o que não falta em mim.
 
Pois o amor é complemento suave, um balaio de emoções,
onde eu deixo a minha semente germinar com a sua,
e se cuidarmos, se regarmos, ele cresce forte.
E será arvore com frutos, quando a paixão se for,
e por fim, na nossa cumplicidade, descobriremos de verdade,
que isso sim, é o verdadeiro amor.
 

Paulo Roberto Gaefke

Se gostar, favor compartilhar.
Deixe seu comentário. Facebook.
image_pdfimage_print

Comments are closed.

About Gaefke

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +