Mensagem do dia 19 de Fevereiro – O amor redime e liberta

A mensagem do dia fala do amor que liberta e redime.

O amor nos redime de tudo,
porque naturalmente nos tornamos bons,
sem esforços para parecer o que não somos.

O amor nos liberta de tudo,
porque amando não tememos o ridículo.
Tudo é tão natural, mesmo a maior tolice.
Amar é um reviver da nossa meninice.

O amor tudo perdoa.
E nos torna mais maleáveis, menos rigorosos.
Por isso, amando ficamos leves, quase vaporosos.
O mundo tem um peso menor, e não guardamos rancor.

O amor revela a alma, deixa-a exposta.
E não nos enche de perguntas, apresenta sempre uma resposta.
Amando entendemos o que é felicidade,
não importante o tempo e nem a idade.

O amor, o amor é a brisa da tarde,
a noite enluarada, a corrida na praia,
o andar de mãos dadas sem pressa.
O amor é a infância e a simplicidade.
O amor é a nossa cumplicidade.


O amor é essa chama, que aquece a alma.
A alma aquecida é nobre, e de tudo se encanta.
Pobre de quem não passou a experiência do amor.
Feliz de quem ama e é amado.
Transforma o tempo em algo sagrado.Por fim, afirmo que o amor é o elo mais forte,
da grossa corrente que nos prende a Deus.
Quem ama ganha asas, vira anjo.
Semeador de flores encantadas que libertam da dor.
De tudo o que podemos pedir ao Pai, o melhor é o amor.
Paulo Roberto Gaefke
ATENÇÃO:
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Escrito por Paulo Roberto Gaefke – www.meuanjo.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +