Mensagem do dia 11 de fevereiro | Nossos inimigos

Mensagem do dia 11 de fevereiro - Nossos inimigos Gaefke
Somos os nossos maiores críticos e quase sempre os maiores inimigos dos nossos erros.

Perdoamos o mundo, mas não nos perdoamos.
Aconselhamos a todos e não temos um bom conselho para nós mesmos.
Tempos piedade até do desconhecido, mas não temos misericórdia das nossas faltas.
Levantamos e andamos quilômetros para ajudar alguém,
e as vezes, não saímos da cama para resolver nossos problemas.

Nossas emoções pedem atenção redobrada.
Nossa carência, implora um minuto de relaxamento, de afago.
Não nos fazemos o carinho devido.
Não falamos de amor com a nossa alma,
não nos amamos…

Assim, vamos precisando de mais atenção dos outros.
Entregamos a nossa vida e nossas decisões em outras mãos.
E o resultado é quase sempre uma dor, uma frustração.
E quem sofre?
É o nosso coração.



Olhe para dentro de você e examine-se!
Tenha coragem de assumir o amor maluco que brota ai dentro.
Tenha força para gritar que deseja amar e ser amado de verdade.
Não desista da procura, do encontro, da escalada, da descida.
E na subida, não se esqueça de quem ficou lá embaixo.
Porque o amor é um grande riacho,
pedindo espaço no seu desvario.
Ele que era um fio de água, quer ser rio.

E pede para você que sonha com o mar.
Nunca, em nenhum momento, deixe de amar.
Paulo Roberto Gaefke
ATENÇÃO:
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Escrito por Paulo Roberto Gaefke – www.meuanjo.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +