Melindre, o mal do século

Mensagem do dia: O Melindre

O melindre, que no dicionário significa a tendência de se magoar com facilidade, ou suscetibilidade, é na verdade uma praga que afeta o ser humano cada vez mais.
As pessoas estão se magoando muito, muito fácil e qualquer comentário “mal dado” vira um caso de repercussão mundial. O duro é que, opiniões que deveriam servir para o crescimento da pessoa, vira uma arma para ela virar vítima, e nós nunca vimos tantas vítimas como nos dias de hoje.
Imagine que uma pessoa trabalha em um escritório fazendo planilhas para uso de todos na empresa, e que um outro funcionário ao usar a planilha descobre que ela tem um erro grave que pode gerar prejuízo para a empresa e relata o fato ao gerente. O gerente por sua vez, relata ao programador o erro apontado por um colega, e ele, ao invés de ir direto para o computador consertar o erro e agradecer aos céus que alguém descobriu o erro antes de dar prejuízo para a empresa, ele se morde de raiva e quer saber quem foi o “FDP” que o “dedou”…

Isso é melindre!
É o orgulho exacerbado, é a infantilidade, a falta de maturidade que nos torna crianças choronas querendo “mamãe” e perdendo a noção do ridículo a que nos expomos.

O orgulho fica do lado de fora quando se fecha o caixão sobre nós, na hora da morte, então é melhor matá-lo agora, para que a gente possa viver mais e melhor.
Seja feliz, sem melindres.

Paulo Roberto Gaefke

Deixe seu comentário. Facebook.
image_pdfimage_print

Comments are closed.

About Gaefke

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +