Maravilhas

O Sol da Meia Noite
O Sol da Meia Noite

É bom saber, que mesmo de noite,
o sol escondido brilha,
e pela manhã, quero agradecer, essa maravilha,
da benção do sol poder contemplar.

Por isso, em meio ao choro e a dor,
quero recordar a doçura dos olhos de Jesus,
no seu simples falar, no tocar das suas mãos,
ainda que não o veja, como o sol da meia noite,
eu sei que Ele está lá, em algum lugar,
e por mim vai velar.

Então olho para o céu e não desanimo,
se o dia foi difícil é sinal de promessa,
carrego a certeza, como um menino,
de um novo tempo que vai chegar.
Depois da tempestade,
vem o arco-íris para lembrar,
Deus continua acreditando em nós,
e manda o céu enfeitar,
e o cheiro da terra molhada vem confirmar,
Ele está entre nós.

Ah! tempo bendito esse do prantear,
de chorar nossas dores e acordar,
despertar para o novo dia, para o novo ser,
que a dor faz florir, como se fosse uma flor,
se abrindo para a primavera, cheia de vida.
Este sou eu, é você, é o mundo,
que renasce cada dia, depois do sol da meia noite,
com uma oportunidade bendita de crescer e brilhar.

E assim, se o escuro chegar,
se a noite se fechar, a tempestade irromper,
lembre-se do sol que nunca vai se apagar,
É Jesus de braços abertos, pronto para te ajudar.

Eu acredito em você
Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br
www.oolong.com.br

[email_link]

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +