Ladrões de sonhos

“Este tal de ‘telefone’ tem inconvenientes demais para ser seriamente considerado um meio de comunicação. Esta geringonça não tem nenhum valor para nós
– Memorando interno da Western Union, 1876.

Pois é o Sr. Graham Bell, considerado o inventor do telefone, ouviu muitos desaforos sobre a sua invenção.

Em 1927, o Sr Warner, da famosa Warner Bross no auge do cinema mudo soltou essa:
Quem se interessaria em ouvir os atores falar?

Em 1962, a Decca Recording, uma grande gravadora da época, disse isso para uma banda que estava começando, uma tal de “Beatles“, você conhece?
Nós não gostamos do som deles, e música de guitarra está em franco desaparecimento.

Em 1872, o “grande gênio” Pierre Pachet, Professor de Fisiologia em Toulose, disse:
A teoria dos germes de Louis Pasteur é uma ficção ridícula.

E só para terminar essa introdução, aquele tal de Steve Jobs, o fundador da Apple comentou um dia:
“Então nós fomos para a Atari e dissemos: ‘Hei, nós fizemos essa coisa engraçada, construída com algumas peças de vocês; o que vocês acham de nos financiar? Ou então nós a damos para vocês. Nós só queremos produzi-lá. Paguem nossos salários e nós trabalharemos para vocês’. E eles disseram ‘não’. Então nós fomos para a Hewlett-Packard, e eles disseram: ‘Nós não queremos vocês. Vocês nem terminaram a faculdade'”. E mesmo assim,eles criaram o primeiro computador pessoal, e a Apple.

Pois é, no mundo, você encontrará sempre um”gênio” disposto a acabar com o seu sonho.
Barreiras financeiras, barreiras morais, barreiras pseudo-científicas entre outros que vão tentar detonar a sua certeza, o seu desejo de realizar.
Você pode até se abater no momento, mas ouça bem:
ninguém pode destruir o seu sonho se você não o permitir.
Não coloque jamais a culpa de um fracasso, de uma derrota nas costas de quem quer que seja, pois só você tem autoridade sobre a sua vida, e olhe, nem Deus, nem todos os anjos reunidos podem alterar a sua decisão, e é isso que nos torna diferentes dos animais “dito irracionais”, o “livre arbítrio”, a capacidade de decidirmos qual o melhor caminho para seguirmos.

Por isso, não desanime diante do não.
Não maltrate o seu coração.
Não substime a capacidade que você tem de recomeçar,
de insistir mais um pouco e vencer.

Ninguém neste planeta de expiação conseguiu qualquer sucesso sem nenhum esforço. Qualquer pessoa tem que pelo menos levantar da “cama do comodismo” e ir a luta, correr atrás dos sonhos, como quem solta pipa e torce para o vento levá-la ao lugar mais alto.

Lance os seus sonhos no mundo e não desista de realizá-los.
Tudo é possível para aquele que luta, batalha, insiste e não desiste.
Hoje é um dia perfeito de lançar as velas do seu barco e avançar pelo mar do sucesso,
rumo ao infinito prazer da realização.

Eu acredito em você
Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br
[email_link] 



 

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +