Feng-Shui x vampiros de energia

Saiba como se defender contra os que querem roubar suas energias.

Feng Shui contra vampiros de energias
Cuidado com “vampiros de energias vitais” na sua casa.
O Feng-Shui traz dicas ótimas de como identificar e solucionar o problema com ladrões da nossa energia vital em nossa casa e que acabam estagnado, paralisando a nossa vida.
Melhore o astral da sua casa e da sua vida!
Veja o nosso Guia, peça, identifique os problemas, resolva e prospere.

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)




A origem da expressão “Feng Shui” está no Zang Shu (O Livro dos Enterros) escrito pelo Mestre Guo Pu (276-324 d.C). O termo é citado na seguinte sentença:
O Qi é disperso pelo vento (feng) e acolhido pela água (shui). green bell
O Feng Shui é uma corrente de pensamento analítico com tradição de mais de 4000 anos.


Constatando que certos tipos de vibrações presentes no ambiente e em seu entorno poderiam agir de modo benéfico para o corpo e a mente, enquanto que outros tipos tenderiam a ser prejudiciais, supostamente compreenderam a importância de estudar como situar as edificações, móveis e objetos da maneira mais adequada para favorecer seus usuários, segundo esta interpretação da natureza.


Segundo as ideias pregadas pelo Feng Shui, quando as pessoas buscam este equilíbrio com as forças benéficas da Natureza, podem gozar de saúde, boa sorte e prosperidade. Quando as ignoram e se alinham com influências nocivas, podem experimentar dificuldades e obstáculos que podem se expressar como doenças, má sorte ou indisposição. Claro está que tais sentenças fazem parte desta crença e não são de forma alguma endossadas pela ciência.
Os mestres chineses que o estruturaram teriam percebido que cada área natural, terreno ou edificação seria dotada de sua própria vibração influenciada pela presença do Ch’i (chamada em chinês de qi), e estaria sujeita às várias influências do ambiente que a circunda.

Deixe seu comentário. Facebook.
image_pdfimage_print

Comments are closed.

About Gaefke

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +