Doe-se

Mensagem do Meu Anjo – Doe-se
Por Paulo Roberto Gaefke em 09/06/2011

Doae sangue, doe órgãos, doe vida
Doe-se!

Ninguém perde tempo quando ajuda outro alguém!
Pode ser com uma palavra de conforto,
um abraço no silêncio da emoção mais forte.
Pode ser um sorriso que alegra,
ou chorar junto em momento de pura tristeza.
Ajudar quem a gente gosta é maravilhoso,
ajudar os desconhecidos é fantástico,
e ajudar quem a gente não gosta, é divino!

Por isso, antes de ficar parado olhando o tempo,
esperando a mega-sena que nunca chega,
vá fazendo o que é possível,
o que está no seu alcance.
Antes de querer salvar o mundo, salve a sua casa,
salve seu cachorro, salve seu gatinho…
Doe aquilo que não vai te fazer falta:
doe amor!
É simples, barato e quanto mais você doa,
mais recebe de volta!
Este é o verdadeiro significado da lição que o Mestre Jesus deixou:
– É dando que se recebe!

Doe-se!
Pode ser na gentileza no ônibus,
ao ceder o seu lugar para outra pessoa.
Na escola, ao fazer silêncio e colaborar com a aula.
No trabalho, ao cumprir seu horário com dedicação.

O doar-se é fazer algo a mais, é colocar o seu toque.
Que o seu toque seja generoso, bom de se lembrar,
que as pessoas quando pensarem em você,
lembrem-se de alguém “especial”.
Porque talvez você não saiba,
mas é uma pessoa especial.

Talvez, falte apenas uma oportunidade de demonstrar-se,
de exibir essas qualidades que andam escondidas.

Doe-se!
Ainda que seja no silencio da cadeira da doação de sangue,
no corredor escuro das celas da prisão,
no leito do hospital aos pés do desconhecido,
na oração fraterna que sai dos seus lábios,
e alcança Deus, que na sua infinita misericórdia,
derrama agora, sobre todos nós,
a sua paz!
Que esta paz te alcance agora…
Eu acredito em você

Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br
“Ao menos uma vez por mês, pratique o vegetarianismo, para nutrir seu coração de compaixão.”

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +