DNA do Criador

DNA de Deus
DNA de Deus

De todas as opções que a vida oferece a cada passagem de tempo,
aquela que nos obriga a parar e pensar naquilo que estamos fazendo,
é a mais sábia ferramenta de mudança que possuímos.

Ora, enquanto é dia, caminhamos sem dificuldades,
enquanto somos jovens, comemos de tudo,
bebemos até ultrapassarmos os limites que não temos,
as drogas são experimentadas como se fossem balas de açúcar,
os desatinos se seguem, as paixões se sucedem,
quebramos a cara, sofremos, choramos…


Chega então aquela hora, em que acreditamos ter chegado ao fundo do poço,
onde deixamos de reclamar dos outros, de delegar problemas,
e reconhecemos as nossas dificuldades, nossos erros.
Momento de reflexão…

Em qualquer momento onde a dor nos faça companhia,
não é sábio se fazer de vítima, nem tampouco,
se apresentar como sofredor martirizado,
como aquele que cansado, deixa de lutar.

Pelo contrário, é tempo de encarar nossas falhas,
sem as lentes coloridas dos “amigos” que sumiram,
do mundo que é cheio de “pseudo-caminhos fáceis”,
onde a entrada é sempre florida, e a saída,
quando aparece, é cercada de espinhos.

Faça-se forte!
Reconheça-se capaz de vencer qualquer obstáculo,
e se não der para ir por esta rua, vá por aquela.
Se não pode ser pelo morro, vá pelo mato,
ande na areia, na grama, no barro,
mas, não pare, não desista de você.

A vida é benção sem medidas, presente que não se compara,
e você, alma querida, é semente cheia de frutos,
armazenados em seu íntimo com muito amor.
Não se esqueça nunca:
você tem o DNA do seu Criador.
E Deus, Deus é amor.

Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br
“Ao menos uma vez por mês, pratique o vegetarianismo, para nutrir seu coração de compaixão.”

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +

One thought on “DNA do Criador

Comments are closed.