Dia de São Benedito – 05 de Outubro

São Benedito 05 de OutubroUm dos santos mais populares no Brasil, Benedito, nascido de pais escravos – levados da Abissínia (atual Etiópia) para a Itália – ele sofreu preconceito desde pequeno. Por sua pele negra foi ridicularizado, chamado de “o mouro”.
Por sua humildade, foi levado a ocupar o cargo mais alto pelos conventos por onde passou. Não se deixou levar pelo desejo de vingança ou rancor e por onde passou levou o amor. Mesmo analfabeto tinha o dom da interpretação dos textos religiosos e através da sua intercessão, milagres e mais milagres foram realizados ainda em vida.
Se você sente que está sendo humilhado(a) pela vida, sofrendo decepções e mais decepções, eu te convido para uma oração muito forte para pedir a intercessão desse santo dos humildes.
Peça agora:

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)



É, certamente, um dos santos mais populares do Brasil, cuja devoção nos foi trazida pelos portugueses. Nasceu por volta do ano 1526, em São Filadelfo, nas proximidades de Messina, na Sicília (Itália). Nascido de pais escravos – levados da Abissínia (atual Etiópia) para a Itália – ele sofreu preconceito desde pequeno.


Por sua pele negra foi ridicularizado, chamado de “o mouro”. Trabalhou como pastor de rebanhos. Era irmão Franciscano. Em 1578 foi nomeado guardião ou superior do convento, cargo que aceitou com muita resistência por ser analfabeto. Foi admirado por todos, a todos dedicando profundo respeiro, amor desinteressado, condescendência pelas faltas e fraquezas alheias, zeloso e carinhoso com os doentes e necessitados, terno e sábio. Possuía o dom de penetrar as mentes e os corações.


A tradição popular enriqueceu sua vida com numerosos milagres. Terminou os seus dias como cozinheiro. Morreu no dia 4 de abril de 1589
(Fonte: http://www.comamor.com.br/benedito.htm)

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +