Dependências

dependência química vira epidemia no Brasil

Mensagem do Meu Anjo- Dependência
Por Paulo Roberto Gaefke em 21/02/2012

O teste do viciado, que todos podem e devem fazer.

Será que sou viciado(a) ou dependente de algo, alguém ou alguma coisa?
Ora, é difícil para um dependente descobrir por si mesmo o seu vício.
Normalmente são os parentes, os amigos e colegas que percebem primeiro.
E quase sempre é inútil avisar a pessoa que ela está “viciada”.
Os viciados, os dependentes de qualquer droga(inclusive um relacionamento, por exemplo), quase sempre acreditam que são, ou estão “normais”, os outros é que estão exagerando.

Mas, não espere todo mundo falar que você está viciado(a) em alguma coisa, faça o teste mais simples do mundo:
– Fique sem aquilo que você mais gosta por alguns dias.
Isto serve para o café, para a cerveja, para o cigarro, para o “relacionamento”, para as drogas lícitas e as não lícitas…
Fique 48 horas sem os 3 celelulares, o Tablet, o acesso a  Internet, ao estojo de maquiagem, a comida daquela lanchonete, ao sexo e tudo o mais que já virou repetitivo na sua vida.

Ah! mas se você pedir para a pessoa que você gosta, ama ou se preocupa fazer esse teste e ela de imediato dizer algo assim:
Eu não vou fazer esse teste porque eu não preciso.
Ou: –
Eu sei que eu posso parar quando eu quiser.
Pode apostar, já é uma pessoa viciada metida em desculpas para não se separar do vício que o conforta.

Pode entender isso?
Vícios normalmente são muletas que carregamos para onde vamos. Sâo nossas desculpas emocionais para não encarar as faltas e carências que nós temos.
Por isso quem bebe por exemplo, além da própria dependência que o álcool acarreta, tem ainda um fator emocional que só de pensar em se libertar da “katchia” faz a pessoa tremer na base.

Faça o teste ou convide quem você ama e que você já sabe que está viciado em algo que não está fazendo bem, para tentar de alguma maneira trazer uma consciência que faça aquele alerta dentro de nós. O alerta que diz que algo está se tornando maioror que nós mesmos e que se não for cuidado, pode virar um monstro que vai nos devorar.

Informações úteis.
Estima-se que mais de 12 milhões de brasileiros sejam dependentes alcoólicos. Mais e mais mulheres estão enntrando nessa lista e com agravantes: a mulher se torna dependente mais rapidamente e tem mais cirrose que o homem.
Há cerca de 5 mil grupos de Alcoólicos Anônimos no Brasil.
O escritório nacional fica em São Paulo, tel. (11) 229 3611, site: www.aIcooIicosanonimos.org.br /
Escritórios regionais: Manaus, tel. (92) 232 4545; Recife, tel. (81) 3221 3592; Brasília, tel. (61) 2260091; Rio de Janeiro, tel. (21) 2253 9283; Florianópolis, tel. (48) 224 6713.
Em São Paulo e em Campinas, alguns grupos dos AA fazem reuniões só com mulheres.
Informações no escritório nacional da irmandade.
Se achar que é útil, passe a informação adiante.

Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br

“Um minuto.
É tudo o que você tem e precisa para mudar o seu mundo.”

Facebook Twitter

Twitterno tweeter@mariana_godoy Isso seria totalmente dispensável com o uso de urmas eletrônicas. Encerra o carnaval na manhã, meia hora depois o resultado.



image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +