Calmantes naturais


Com tanta correria, com tantas informações e esse mundo maluco ai fora, é natural que a gente viva sob estresse!
Muita gente anda tão estressada que sofre para dormir e dormir bem é fundamental para tudo.
Por esses problemas, o Brasil é um dos países que mais consomem calmantes e anfetaminas. Drogas que podem levar ao vício e a dependência, além de alguns efeitos colaterais indesejáveis.
Vou lhe ensinar 3 receitas básicas de calmantes naturais que você pode fazer e deixar sempre a mão e todos sem contra-indicações.
Calmantes Naturais

A ansiedade e nervosismo estão presentes na vida de qualquer ser humano e podem ser causas de uma série de doenças. Sono e estresse são um dos principais fatores que contribuem para o agravamento do nervosismo e da ansiedade. É muito importante procurar tratamento o mais rápido possível.
Uma fórmula natural para se combater os estados leves da anisedade e nervosismo é usar um extrato de plantas conhecidas pela sua ação calmante.

Fitoterápicos são remédios feitos com plantas e agem de forma semelhante às drogas sintéticas.
São os famosos chá da vovó, como a erva cidreira, camomila e outros. Segue os tipos de erva e sua indicações.

Abaixo segue as receitas de calmantes naturais, que poderá usar sempre que sentir necessidade, tanto de dormir, quanto de relaxar.

AS QUE EU MAIS GOSTO:
Chá de valeriana
CHÁ:
Coloque 1 xícara de água quente sobre 2 colheres de chá de raízes secas e picadas de valeriana.

Deixe em infusão durante dez minutos e em seguida coe.
Beba 2 a 3 xícaras durante o dia.

VINHO DE VALERIANA:

Coloque 1/2 litro de vinho branco sobre 30 g de raiz de valeriana picada, a casca de uma laranja, um ramo de alecrim e um cravinho. Misture e volte para o litro e deixe em infusão com o vidro bem fechado e num local escuro, durante 14 dias e em seguida coe. Beba um copo de licor desta mistura duas a três vezes por dia, ou antes de se deitar.
Maravilhoso!

Super Calmante natural

Num frasco de meio litro, adicione:

1 colher de sopa de valeriana
½ colher de sopa de erva cidreira
½ colher de sopa flor de maracujá
1 colher de sopa de camomila
½ colher de sopa de pétalas de lavanda
3 ou 4 folhas de hortelã
7 cravos

Preencha o restante do frasco com água quente, e adicione entre 2 e 3 colheres de mel (esteja à vontade para colocar mais, se quiser mais doce). Tampe o frasco, e agite bem.
Consuma sempre que considerar necessário.



Não vá para a cama ruminando problemas do dia. Ao deitar-se para dormir, desligue aparelhos eletrônicos e desligue-se. Faça uma prece e deixe a mente silenciar mentalizando imagens de praias, montanhas, campo, flores etc.




Ao deitar-se para dormir use uma roupa confortável. Evite peças de roupa apertadas ou sem flexibilidade. tecidos de algodão são os mais indicados.





Mantenha uma rotina
Ir para a cama e acordar no mesmo horário – inclusive no fim de semana – é o melhor caminho para aprender a dormir na hora certa.

Se você comeu muito no jantar, lembre-se: o processo digestivo demora até três horas para ser concluído. Café, chá preto, refrigerante, bebida alcoólica e cigarro também tiram o sono.


image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu…
Paulo Roberto Gaefke no Google +

7 thoughts on “Calmantes naturais

  1. nunca tomei calmante na minha vida se durmo 4 ou 8 horas e de sono natural.gosto de cha de erva cidreira., de maracujacom maça e gengibre e 1 delicia!

  2. Ola parabéns pela ajuda diaria através do site meu anjo gosto muito, abraços Marli

  3. Olá,
    Nunca precisei tomar calmantes para dormir. Mas valeu as dicas pois posso passar para outras pessoas.
    Valeu!

  4. Oi PAULO NUNCA MAIS TINHA LHE ESCRITO, POIS Ñ TENHO RECEBIDOS SUAS RESPOSTAS AOS MEUS PEDIDOS, RESOLVI MUDAR MEU E-MAIL PRA VER SE FONCIONA, PRECISO MUITO DELES,
    ABRAÇOS FRATERNOS

Comments are closed.