Barrados no parque, casal emagrece 110 Kg

Casal antes da transformação; os dois pesavam juntos 250 kg
Casal de gordos que emagreceu 110 Kg depois de serem barrados no parque
Por anos e mais anos, Emma e Dylan Smith realizaram absolutamente todas as refeições do dia em restaurantes de fast food. Esse costume, como não poderia deixar de ser, foi refletido no peso: ela atingiu 140 kg, e ele, 110 kg. “Os atendentes do Burguer King e do Mc Donald’s nos conheciam pelo nome e já tinham decorado nossos pedidos diários. Cada um de nós comia três lanches de bacon e ovo pela manhã e dois hambúrgueres completos à noite”, disse ela ao Daily Mail.



Em 2011, porém, a vida do casal sofreu uma reviravolta. Em uma viagem a um parque de diversão feita para comemorar o aniversário de um de seus quatro filhos, eles não conseguiram entrar em nenhum brinquedo – e foi nesse momento que resolveram emagrecer. “Eu estava tentando colocar o cinto de segurança em um dos brinquedos e não conseguia fechá-lo, aí um dos instrutores veio em minha direção e disse que, se eu não conseguisse, teria que descer do carrinho. Tivemos que descer todos, as crianças não paravam de chorar. Foi muito vergonhoso”, contou Emma.
Veja como eles ficaram:
O casal que emagreceu 110 Kg



O primeiro passo, então, foi abandonar o vício em hambúrgueres. Eles acharam que não conseguiriam fazer isso sozinhos e se juntaram a um grupo de apoio. Com a ajuda de profissionais, mudaram radicalmente o estilo de vida da família, passaram a se alimentar bem e fazer exercícios físicos regulares, e emagreceram juntos 110 kg.

Atualmente, Emma pesa 70 kg e Dylan pesa 65 kg. A primeira coisa que fizeram para comemorar foi voltar ao parque de diversões. “As crianças ficaram tão felizes, tivemos um dia ótimo. Somos duas pessoas diferentes, nem sentimos mais falta dos hambúrgueres”, completou a britânica.
Matéria completa na Revista Crescer da Globo Editora.

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu…
Paulo Roberto Gaefke no Google +