Bardana, essa planta é uma farmácia

BENEFÍCIOS DA BARDANA PARA A SUA SAÚDE.

Rica em vitaminas e sais minerais, tudo se aproveita na Bardana, flores, folhas, sementes e a raiz é claro.

 

BARDANA OU GOBÔ: SAÚDE NO REFOGADO




A Bardana é tão ligada a culinária japonesa,onde é conhecida como Gobo, que muita gente acredita que ela é originária do Japão, ou terras asiáticas, mas não é, a Bardana é originária da Europa e muito consumida em Portugal.

“Os gregos já a utilizavam para tratar de inúmeras doenças. As folhas possuem poderes bactericidas e são bastante requisitadas para tratamento de doenças de pele – fama conseguida em um episódio no qual as folhas da bardana salvaram o rei Henrique III, da França, de uma doença cutânea.

O nome científico da Bardana  é “Arctium lappa” uma palavra derivada do grego, sendo arctos (urso) e lappa, “eu tomo”. A Bardana ainda recebe diversos nomes pelo mundo: pegamassa, pegamasso, pegamoço, erva dos tinhosos, orelha gigante, carrapicho grande e carrapicho de carneiro.
Em Portugal, Bardana maior ou herba dos namorados.
Em inglês, great burdock.
Em espanhol, lampazo mayor.
Em alemão, “grossa klette”.
Em francês, grand bardane .
Em italiano, Bardana.

Ah, e é claro, GOBO em japonês.

COMO PLANTAR BARDANA.

De fácil adaptação ao clima onde é plantada, sua semente pode ser semeada praticamente em qualquer lugar do mundo, desde que encontre as condições ideais: lugar úmido, com solo arenoso, profundo e sombreado. No Brasil é mais facilmente encontrada nos meses mais quentes e úmidos.

Pertencente à família Asteraceae, esta herbácea pode chegar a um metro de altura. Seu caule é firme e suas folhas são grandes e isoladas. Os frutos são secos e providos de espinhos que facilitam sua dispersão. As flores são brilhantes e o tom da cor é uma mistura entre o marrom e o rosa.

Uma Farmácia em forma de planta!

BENEFÍCIOS DA RAIZ DA BARDANA NA SAÚDE!




A raiz da bardana é fonte de proteínas, glicídios, fibras, cálcio, fósforo, ferro, riboflavina, niacina, vitaminas A e B1, além de ser rica em sais minerais. 100 gramas do vegetal fornecem 82 calorias.

As folhas da bardana são benéficas para a pele porque possuem propriedades anti-inflamatórias, antissépticas e fungicidas. Suas compressas são indicadas para tratamento de erupções cutâneas, doenças que ressecam e descamam a pele e para aliviar picadas de insetos.

O PODER DO CHÁ DE BARDANA

O chá combate desde prisão de ventre e gastrite, até bronquite, catarro preso e hemorroidas.

As raízes e sementes, muito usadas pelos orientais, servem para tratar cálculos renais, reumatismos e problemas da vesícula. Além de muito nutritiva, a raiz é considerada um estimulante do sistema nervoso, benéfica para as doenças dos ossos, diurética, depurativa, antitérmica e antibacteriana. O óleo (Oleum bardanae) retirado das sementes pode ser usado para combater a queda de cabelo.

No entanto, a bardana é contraindicada durante a gravidez por sua ação estimulante uterina. E suas sementes podem provocar irritação no trato urinário.

Porque a Baradana fica escura?

Quando cozida, a bardana apresenta um aspecto escurecido, o que é normal pelo fato de possuir ácido tânico, uma substância sem sabor e inofensiva ao organismo. De acordo com nutricionistas, a raiz da bardana apresenta qualidades como o fornecimento de proteínas, glicídios, fibras, cálcio, fósforo, ferro, vitamina A, vitamina B1, riboflavina e niacina, além de ser uma rica fonte de sais minerais.

RECEITAS SAUDÁVEIS COM BARDANA

A receita de Kinpira Gobo tradicional japonesa com Bardana


A raiz da bardana também possui muitas propriedades importantes para a saúde, como o combate de cálculos renais, reumatismo e problemas de vesícula.

Não se pode esquecer que a maioria de suas propriedades estão concentradas na casca e por isso é de extrema importância não retirá-la.

Quando cozida, a bardana apresenta um aspecto escurecido, o que é normal pelo fato de possuir ácido tânico, uma substância sem sabor e inofensiva ao organismo. De acordo com nutricionistas, a raiz da bardana apresenta qualidades como o fornecimento de proteínas, glicídios, fibras, cálcio, fósforo, ferro, vitamina A, vitamina B1, riboflavina e niacina, além de ser uma rica fonte de sais minerais.

Além das ações terapêuticas citadas, a bardana possui outras propriedades como purificar o sangue, curar picadas de insetos, torções, hemorróidas, enfermidades crônicas da pele, acnes, eczemas, pruridos, seborréia da face, herpes, vesícula inflamada, cálculo biliar, hepatite viral, cirrose e por isso tem sido largamente estudada e utilizada em laboratórios farmacêuticos.

Até mesmo a queda de cabelo pode ser tratada com bardana, neste caso é utilizado o óleo extraído da planta.

A tradicional Kinpira Gobô

INGREDIENTES
1 raiz de bardana grossa
⅓ cenoura
½ pimenta vermelha fatiada finamente
1 colher (sopa) de óleo de gergelim
½ colher (sobremesa) de Hondashi
½ xícara de água
½ colher (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de shoyu
1 colher (sopa) de mirin
1 colher (sopa) de gergelim branco

MODO DE PREPARO
Raspe a casca da raiz de bardana com as costas da faca e corte-a em tiras de aproximadamente 5 a 6 cm de comprimento e 5 mm de espessura.
Coloque as tiras em um recipiente com água por aproximadamente 5 minutos. Depois, escorra bem usando uma peneira.
Corte a cenoura da mesma forma que a raiz de bardana.
Em uma frigideira, aqueça o óleo de gergelim e adicione a raiz de bardana e a cenoura. Tempere com Hondashi.
Quando os vegetais estiverem levemente refogados, acrescente a água, o shoyu, o mirin, o açúcar e a pimenta vermelha, misturando tudo até que o líquido evapore.
Finalize com o gergelim branco.

Confira mais receitas com a Bardana aqui no site clicando aqui:
RECEITAS SAUDÁVEIS COM A BARDANA

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +