Aos quatro ventos

Aos 4 ventos
Conte aos quatro ventos os seus desejos,
espalhe-os como se fossem sementes,
adube-os com os seus sonhos e um dia,
eles retornarão em forma de realidade.
Seja otimista mesmo diante da negação,
do que parece ser intransponível,
a maior barreira continua sendo o seu pensamento.
Cumprimente a todos igualmente,
não faça distinção das pessoas,
todos tem um dom especial e diferente,
que poderá ser útil quando você menos espera.
Enquanto o amor não acontece,
abra seu coração para novas experiências,
ame mais o próximo, ame mais os familiares, os animais, a natureza.
Se o amor já bateu na sua porta e anda meio apagado, acenda a chama
buscando nas suas memórias os pequenos gestos que um dia os aproximou.
Ao invés de cobrar, ofereça aquilo que deseja  receber,
assim o amor renasce e se fortalece.
Se por algum motivo, a solidão tomar posse das suas noites,
nada de desespero, aproveite para se conhecer melhor,
escreva as suas memórias, planeje o seu futuro,
e durante o dia busque ser mais solidário.
Ore por alguém, seja por um familiar, um amigo querido,
ou se possível, por aquela pessoa que você não entende porque não gosta,
ou aquela que tem algo contra você.
A melhor coisa da vida é ter alguém que ore por nós.
Plante uma árvore, seja na sua rua, num hotel fazenda,
ou mesmo uma pequena planta na varanda do apartamento.
Árvores e plantas são mensageiras de Deus,
experimente conversar com elas.
Por fim, para que a vida se complete,
adote uma causa para lutar,
seja a sua felicidade, a defesa da natureza, dos animais, dos órfãos,
dos idosos, dos que tem doenças crônicas, das vítimas da violência, ou
qualquer outra boa causa, assim você esquece dos seus problemas,
passa a ter a certeza que todos eles juntos são menores que um só dessas vitimas
da crueldade do mundo que ainda não aprendeu que somos todos irmãos.

Ser feliz, simplesmente feliz, com o que você tem hoje,
com o que terás amanhã,
com a bagagem que trouxe do ontem.

Somos formados por pensamentos, atitudes e muitos, muitos sonhos.

Acredite em você

Eu acredito em você

Paulo Roberto Gaefke
[email_link]

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +

4 thoughts on “Aos quatro ventos

  1. achei lindo! Estou encantada com este site que até hoje eu não conhecia em compensação agora não consigo parar de ler….é fantástico!!!!

  2. amei. senti-me leve e feliz, fiquei encantada, é bom saber que tem alguem por mim

  3. ajudou-me mto,tenho passado por momentos difíceis e sinto-me mto só ,obrigada

Comments are closed.