Anjos na Bíblia

Anjos na Bíblia
Os anjos estão presentes em diversos livros sagrados pelo mundo, e na Bíblia, encontramos vários relatos dos mesmos.
Vejamos alguns destaques no Novo e no Velho Testamento.

“Porque aos seus anjos Ele mandou que te guardem
em todos os teus caminhos, eles te sustentarão
em suas mãos, para que não tropeces em alguma pedra.”
Salmo 90, 11-12



Anjos no Antigo Testamento

Nos livros de Tobias e Daniel encontramos anjos que comunicam ao homem mensagens ou revelações da parte de Deus. Estes anjos são sempre criaturas de Deus, subordinados a Ele. Não são seres divinos, mesmo sendo seres celestiais.

ANJO vem do grego “Angelus” , que significa mensageiro ou emissário.

Os anjos são enviados, pois, aos homens como mensageiros (Dan 14,33), os ajudam e protegem (Dan 3,49; 2 Mac 11,6), apresentam a Deus as orações dos homens e intercedem por eles (Tob 12,15).
Cada pessoa tem um anjo da guarda(Dan 10,13.20).
Disse o Senhor Deus no Antigo Testamento: “Vou enviar um anjo diante de ti, para que te guarde pelo caminho (…) Toma cuidado na sua presença e escuta a sua voz (…)” (Ex 23,20-22).

No Antigo Testamento conhecemos o nome de três anjos:
Rafael, no livro de Tobias,
Miguel e Gabriel, no livro de Daniel.

Rafael significa “Deus cura”, e essa é a missão que o anjo desempenha no livro de Tobias: cura o ancião Tobias de sua cegueira e livra Sara das armadilhas do demônio Asmodeus.
Miguel significa “quem como Deus?
É o anjo protetor de Israel e comanda os exércitos celestiais em sua luta contra as forças do mal. Combate contra a opressão do poder político absoluto que intenta ocupar o lugar de Deus.

Gabriel, que significa “força de Deus“, é o anjo que revela a Daniel o momento em que terá lugar o fim do mal e o começo da justiça perfeita que só a força de Deus fará possível.

Seus próprios nomes, que sempre inclui Deus, indica o que são. Nos escritos intertestamentários se multiplicará a presença e a atuação dos anjos.

Algumas citações sobre os Anjos no Antigo Testamento.

E tendo expulsado o homem pôs [Javé] diante do jardim do Éden querubins, e a chama da espada vibrante, para guardar o caminho da Árvore da Vida.
Gênesis 3, 24

Chegaram os dois anjos a Sodoma, quando Lot estava assentado às portas da cidade. E ele, tendo-os visto, levantou-se, e foi ao seu encontro, e prostrou-se por terra, e disse: “Vinde, vos peço, senhores, para casa de vosso servo, e ficai nela; lavai os vossos pés, e pela manhã, continuareis o vosso caminho. E eles disseram: “Não, nós ficaremos na praça.” (…)
Gênesis 19,1

Eis que eu enviarei o meu anjo, que vá adiante de ti, e te guarde pelo caminho, e te introduza no lugar que preparei. Respeita-o, houve a sua voz, e vê que não o desprezes; porque ele não te perdoará, se pecares, e o meu nome está nele. Se ouvires a sua voz, e fizeres tudo o que te digo, eu serei inimigo dos teus inimigos, e afligirei os que te afligem.
Êxodo 23, 20-22

Anjos do Senhor, bendizei o Senhor; louvai-o e exaltai-o por todos os séculos.
Daniel 3, 58

– Anjos no Novo Testamento

No Novo Testamento seus nomes aparecem em cada uma de suas páginas e o número de referências sobre eles iguala aquelas dadas na Antiga Dispensação. Foi seu privilégio anunciar a Zacarias e a Maria o esplendor da Redenção, e aos pastores o grande acontecimento.

O Senhor Jesus em Seus discursos fala dos anjos com a autoridade de alguém que os sempre vê, e que enquanto “fala com os homens”, está sendo adorado inadvertida e silenciosamente pelas hostes celestiais. Ele descreve suas vidas no céu (Mt 22, 30; Lucas 20, 36); nos diz como se formam a seu redor para protegê-lo e que com uma palavra sua atacariam Seus inimigos (Mt 26, 53); um deles teve o privilégio de atendê-lo no momento de Sua Agonia quando suou sangue. Mais de uma vez, fala sobre eles como auxiliares e executores do Juízo Final (Mt 16, 27), o qual eles prepararão (ibid., 13, 39-49); e por último, eles dão um alegre testemunho de Sua triunfante Ressurreição (ibid., 28, 2).

“Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos atestar estas coisas nas Igrejas”

Ap 22, 16

Algumas citações sobre os Anjos no Novo Testamento

Seis meses depois, o próprio Arcanjo Gabriel se dirige a Nazaré, uma aldeia da Galiléia: “[…] a uma virgem prometida em casamento a um homem chamado José, da casa de Davi. A virgem se chamava Maria. O anjo entrou onde ela estava e lhe disse: “Alegra-te, cheia de graça! O Senhor está contigo! (…)
Lucas 1, 26-28

Mas o anjo falou: «No temais! Eu vos anuncio uma boa nova, de grande alegria para todo o povo. Hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós um Salvador, que é o Cristo Senhor;
Lucas 2, 10-11

De repente, ajuntou-se ao anjo uma multidão do exército celestial, que louvava a Deus, dizendo: “Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por ele amados.”
Lucas 2, 13-14

De repente sobreveio um anjo do Senhor e resplandeceu uma luz no aposento; e, batendo no lado de Pedro, o despertou, dizendo: “Levanta-te depressa”. Caíram as correntes das suas mãos. O anjo disse-lhe: “Toma o teu cinto e calça as tuas sandálias”. Ele assim fez. E disse-lhe: “Vista a tua capa e segue-me”. Ele, saindo, seguia-o e não sabia que era realidade o que se fazia por intervenção do anjo, mas julgava ver uma visão. Depois de passarem a primeira e a segunda guarda, chegaram à porta de ferro que dá para a cidade, a qual se lhes abriu por si mesma. E, saindo, passaram uma rua, e, imediatamente, o anjo afastou-se dele. Então Pedro, voltando a si, disse: “Agora sei verdadeiramente que o Senhor mandou o seu anjo, e me livrou da mão de Herodes e de tudo o que esperava o povo dos judeus”.
Atos dos Apóstolos 12, 7-11

Descubra o nome do seu anjo guardião Cabalístico

 

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +