A simpatia dos sonhos

A minha amiga Silvania conta que passou um período muito ruim da vida dela a mais ou menos 2 anos atrás onde nada dava certo. primeiro, o pai dela faleceu de uma doença misteriosa que o levou em 3 dias. Na sequência, perdeu o emprego de mais de dez anos. Para complicar, o noivo que tinha planos para casar no ano seguinte resolveu terminar tudo e foi embora, e se você acha que é demais, um mês depois ela descobriu que o ex-noivo casou-se com a sua ex-melhor amiga…
Diante de tanta “ziquizira” ela andava que nem um robozinho nas ruas, de cabeça baixa, triste e sem rumo.
Até que encontrou um senhora na rua da sua casa que notando aquele estado falou para ela de uma simpatia de renovaçõ de sonhos com um maracujá e ela por não ter mais nada mesmo, resolveu fazer. Dai que 3 dias após a realização da Simpatia dos Sonhos, ela conquistou um emprego assim do anda, chamaram-na e ela começou no dia seguinte nessa empresa em que está até hoje muito bem por sinal. Um mês depois nesse emprego conheceu o Jorge, um dos diretores da empresa que apaixonou-se de prima por ela e deu tão certo que casaram 4 meses depois, e agora tem um lindo filho.
A vida agora parece um anúncio de creme dental de tanto riso…
E ela, ensinou-me a Simpatia que ajudou-a tanto e se você quiser, é só preencher abaixo que eu te envio gratuitamente desejando-lhe também tudo de melhor.
Peça agora:

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu sonho mais desejado hoje?





Os anjos estão em toda parte. prontos para ouvir-nos. Não estamos sozinhos, nem nas alegrias e muito menos nas aflições.
Conte com o seu anjo guardião.



Anjos estão sempre prontos para auxiliar-nos em decisões, em conflitos, doenças e também, é claro, nos momentos de comemoração e júbilo.



image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +