A felicidade no meio da sala.

Fotografia do céu entre nuvens escuras e céu azul _ Gaefke
No meio das nuvens carregadas, o sol sai e clareia o dia.

No meio do turbilhão de notícias negativas.
De pessoas querendo apenas se aproveitarem da situação.
Do falatório de quem não te conhece de verdade,
e até, das invenções de quem nunca sequer te viu,
uma brecha abriu-se entre as nuvens escuras,
e o sol saiu, ainda que fraquinho, com raios tímidos.

Você então, aproveitou e deixou-se inundar pela luz.
O calor do sol tomou conta do seu corpo…
a alma aquecida se fez alegre, porque o sol é alegria.
E a alegria, irmã dedicada da felicidade, convidou-a
para morar na sua casa.

E foi assim, que no meio da tempestade,
quando todos esperavam te ver chorando,
te encontraram rindo que nem criança.
Mal sabiam, ou não viam, o que só você enxergava:
Sentada no meio da sua sala, sem cerimônias,
a felicidade estava instalada e tagarelava sem parar.
Falava de possibilidades sem fim, e você, pela primeira vez,
fez o que deveria ter feito há muito tempo atrás:
-acreditar no seu potencial.

“Tudo se transforma quando o ser humano acredita em si mesmo.
Quando enxerga possibilidades diante das dificuldades,
vê portas em paredes,
saídas em becos,
flores na areia,
chuva na caatinga seca,
Deus na situação mais aflitiva
enviando a cura definitiva.”


Quem acredita faz!
Quem acredita não espera.
Não quer misericórdia, nem vive de piedade.
Não reclama a toa, apenas discorda das desgraças.
Sempre tem uma palavra amiga, um gesto inesperado,
um abraço apertado que fala mais que mil palavras.

Acredite em você!
Deixe a felicidade se instalar no meio da sua sala.
Se perca dos problemas, mas não se perca de você.
Acredite, renove os votos com a vida e faça algo mais.
A vida sorri para quem acredita e faz.
Paulo Roberto Gaefke em 21/11/2012

image_pdfimage_print

About Author:

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +

2 thoughts on “A felicidade no meio da sala.

  1. OBRIGADA, SÃO LINDAS AS MENSAGENS , ESTAVA PRECISANDO LER ALGO ASSIM

Comments are closed.