A-cor-dar – Ana Maria Braga na mensagem do dia

A minha mensagem Acordar interpretada pela Ana Maria Braga no mais você.


A mensagem original:
Você sabe o que significa a palavra “acordar”?

Vamos fazer uma brincadeira e separar em sílabas da palavra acordar:

Acordar.
Viu?

Significa “dar a cor“, colorir, “colocar o coração em tudo que faz“.

Existem pessoas que acordam às 6h da tarde. É isso mesmo!
Pela manhã caem da cama, são jogadas da cama, mas passam o dia todo dormindo.
E existem alguns, acredite, que passam a vida toda e não conseguem acordar.

Eu tive um amigo que acordou aos 54 anos de idade.
Ele me disse:
– Descobri que estou na profissão errada!
E ele já estava se aposentando…
Imagine o trauma que esse amigo criou para si, para os colegas de trabalho, para a sua família!
Foi infeliz durante toda sua vida profissional porque simplesmente não “acordou”.

Eu, na época, era muito jovem, mas compreendi bem o que ele estava me ensinando naquele momento.
Por mais cinzento que possa estar sendo o dia de hoje, ele tem exatamente a cor que dou a ele.

Sabe por quê?

Porque a vida tem a cor que “a gente pinta”.

O engraçado é que os dias são todos exclusivos.
Cada dia é um novo dia, ninguém o viveu.
Ele está ali, esperando que eu e você façamos com que ele seja o melhor da nossa vida.

Os meus dias são os mais lindos da face da Terra porque eu os faço ser os mais lindos da face da Terra.
Transforme o seu dia, pinte-o com as cores da alegria, da felicidade intensa, das possibilidades que só existem em você, afinal de contas, assim como o dia, você é único, e tão especial que merece uma celebração.

Acredite em você!

O universo é o limite!

Dê a você a oportunidade de “a-cor-dar” todos os dias e compartilhar com os outros o que Deus nos dá de melhor: o privilégio de ser e fazer os outros felizes.

Paulo Roberto Gaefke

Deixe seu comentário. Facebook.
image_pdfimage_print

Comments are closed.

About Gaefke

Nascido em Diadema, SP no primeiro dia de janeiro de 1961, capricorniano que adora a vida e conhecer as pessoas, apesar de adorar a reclusão do meu lar. Pai, avô, irmão, filho, cristão, budista, evangélico, católico, espírita, templário, abduzido, desencontrado e meio incerto, assim sou eu... Paulo Roberto Gaefke no Google +